Como fazer o pesto perfeito?


O pesto é um molho teoricamente simples de fazer. O sabor bem refrescante e marcante do manjericão é a estrela do prato. Mas mesmo sendo um molho relativamente simples, é preciso ter muito cuidado para que ele fique realmente saboroso. 

O manjericão, por exemplo, é uma hortaliça bem delicada e que facilmente pode ter seu sabor alterado e qualquer detalhe pode levar a oxidação. Além disso, temos que tomar cuidado com a quantidade de alho no molho para que ele não roube a cena do manjericão. 

No entanto, não se assuste. Uma vez que você aprende uma receita boa de molho pesto, não tem como errar! Além disso, a prática leva a perfeição, então veja as dicas que o AnaMaria Receitas separou para você preparar o pesto perfeito e pratique em casa com massas, carnes, pães e queijos. 

Receita de molho pesto (perfeito)

Ingredientes: 

1 dente de alho

½ xícara de chá de azeite de oliva

2 xícaras de chá de manjericão (folhas frescas!)

100 gramas de parmesão

30 gramas de castanha-de-caju

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo 1: 

Nesse modo de preparo vamos utilizar o liquidificador ou o processador comum. É com certeza o modo de preparo mais utilizado para esse molho, mas vamos ver as dicas para deixá-lo ainda mais saboroso. 

Primeiro coloque seu liquidificador ou processador no congelador por pelo menos 1 hora antes do preparo. Isso garantirá que suas folhas de manjericão não amarguem durante o preparo (as altas temperaturas são responsáveis por isso). Outra dica frequente é colocar uma pedrinha de gelo enquanto bate os ingredientes, mas cuidado pois isso pode alterar a consistência do seu molho. 

Fora isso, o preparo é bem fácil, apenas adicione todos os ingredientes no liquidificador e no processador e está pronto. Para evitar bater demais (e aquecer o molho desnecessariamente), pique o manjericão, as castanhas e rale o queijo antes de bater.

Modo de preparo 2: 

Você também pode utilizar o batedor de massas leves – de plástico. Assim você não precisará deixar seu processador gelado antes e pode apenas bater tudo junto. Mas se quiser garantir o bom resultado, gele um pouco antes de bater. 

Modo de preparo 3: 

Esse último é para quem realmente não quer errar, mas será necessário o uso de um almofariz. Para facilitar o processo, pique as castanhas antes!

Comece esmagando o alho e logo em seguida adicione as castanhas picadas e misture bem. Agora acrescente as folhas de manjericão (inteiras ou picadas, você escolhe) e amasse até ficarem bem pequenininhas. Por fim, adicione o azeite e o parmesão e, se precisar, acerte o sal. Misture muito bem. 

Outras dicas

Esses modos de preparo ainda são bem simples e garantem um molho bem refrescante, diferente e nem um pouco amargo. Mas os cuidados não param por aí! Para armazenar o pesto, ele precisa ficar bem cheio de azeite, para que o manjericão não amargue. Então, se precisar, coloque bastante azeite depois de pronto para guardá-lo. Ele dura cerca de 5 dias na geladeira e quase 4 meses no congelador. 

Fora isso, ainda existem outras milhões de possibilidades de preparar um pesto bem diferente e absolutamente saboroso! O AnaMaria Receitas está cheio de receitas deliciosas para você, então dê uma olhada nesse molho pesto de rúcula!