Saiba como escolher a carne ideal para a Ceia de Natal


A temporada natalina já começou e o momento de pensar na ceia que reunirá família e amigos está batendo na porta. A celebração é recheada de tradições e pratos clássicos, além de contar com um grande protagonista na mesa da população brasileira: a carne.

Mas qual tipo escolher? Para sanar sua dúvida, a nutricionista da Água Doce Sabores do Brasil, Tamiris Pitana Martins, explica as principais diferenças entre as proteínas animais e com quais receitas harmonizá-las. Confira aqui, no AnaMaria Receitas!

Peru

Peru com Legumes Caramelizados
Peru com Legumes Caramelizados

Símbolo do Natal, o peru possui sabor marcante e uma carne macia, escura e magra. Além disso, é possível encontrar diversos tamanhos da ave e, por esse motivo, o prato se tornou tradicional na ceia dos brasileiros.

Para o preparo, a carne precisa de cuidado redobrado, pois tende a ficar ressecada com facilidade. A dica é marinar com vinho, cerveja ou suco de laranja antes de assar e sempre ficar de olho no forno durante o cozimento. Pratos como Salpicão e Farofa de Bacon, que trazem frescor e crocância para a mesa, são indicados para acompanhar o peru ao longo da ceia.

Tender

Tender Bolinha com Frutas Grelhadas
Tender Bolinha com Frutas Grelhadas

Muito conhecido pelos brasileiros, o tender nada mais é do que um pernil de porco cozido e defumado. Geralmente, vemos a carne preparada com cravo e servida fria ou quente. Porém, molhos cítricos e agridoces são ótimas opções de acompanhamentos.

Ademais, ao contrário do que muitos pensam, o tender também pode ser servido como entrada antes dos pratos principais. Versátil, ele harmoniza com uma enorme variedade de receitas, como Purê de Batata Doce Roxa ou Purê de Cabotiá.

Pernil

Pernil com salpicão de legumes
Pernil com salpicão de legumes

Para os fãs de carne de porco, o pernil pode ser o grande protagonista da ceia. Além disso, a carne é uma boa opção para aqueles que não se adaptam ao sabor do peru ou chester.

Mais gordurosa do que as aves, o pernil é uma carne mais firme, retirada da parte traseira do animal. Aliás, ele é ideal para acompanhar receitas como Ratatouille e Arroz à grega, por exemplo.

Frango ou Chester

Chester com Crosta de Queijo e Ervas
Chester com Crosta de Queijo e Ervas

Opções mais econômicas em relação ao peru, o frango e o chester são figurinhas carimbadas na ceia de milhares de famílias durante o Natal. A diferença entre os dois é o tamanho e o tempero, tendo o chester peso intermediário entre o frango e o peru, além de sabor especial para a época natalina.

Ademais, as aves possuem sabor suave. Por isso, receitas como Batatas Cremosas e Risoto de Açafrão são ótimas indicações de acompanhamentos para o seu prato principal. “Pense no que sua família gostaria de experimentar durante a ceia e, a partir disso, monte a mesa para o dia. O ideal é ter opções salgadas, diferentes acompanhamentos e sobremesas”, finaliza Tamiris.

Chef ensina como preparar um peru de Natal perfeito


O Natal está chegando e o prato mais esperado do dia, com certeza, é o Peru. A tradicional receita é um símbolo de fartura e agradecimento, representando as conquistas ao longo do ano e a riqueza na mesa. Por esse motivo, o chef Alain Poletto, responsável pelo cardápio do Bistrot de Paris, ensina algumas dicas infalíveis para preparar uma ave bem suculenta e saborosa para sua família. Confira!

Qual a quantidade correta de peru?

Antes de escolher qual peru comprar, tenha em mente quantos convidados estarão presentes na ceia. Para evitar que falte, o chef calcula cerca de 400g de carne por pessoa. Portanto, uma ave de 4kg seria o suficiente para alimentar 10 convidados.

Como descongelar o peru da forma certa

Hoje em dia, é difícil achar um peru fresco à venda e, por isso, muitas pessoas optam pelo congelado. Então, a melhor forma de descongelar a ave é deixando-a na geladeira por, no mínimo, dois dias. Isso fará com que o peru descongele naturalmente, já que não se deve deixá-lo fora de refrigeração. “Nunca descongelar o Peru fora da geladeira, isso pode contaminar a sua ave e estragar o seu Natal!”, completa o chef.

Como temperar o peru de Natal

A carne do peru é muito delicada, então, o ideal seria temperá-la somente com sal e pimenta. Porém, se você gosta de uma ave com mais sabor, faça uma marinada com vinho branco, cebola, alho e salsinha. Deixe repousar em tempero por dois dias na geladeira, regando sempre. Antes de ir para o forno, retire toda a marinada e passe uma mistura de óleo vegetal e manteiga por todo o peru. De acordo com Poletto, isso trará mais uma camada de tempero para a sua ave, além de ajudá-la a dourar.

Qual a melhor maneira de assar o peru?

Caso tenha uma peça muito grande, o certo é levá-la ao forno preaquecido em temperatura baixa, entre 160°C e 180°C. Em seguida, deixe-a dourar por completo e, então, cubra-a com papel alumínio para terminar a cocção e preservar a umidade. Não se esqueça de regar bem o peru, primeiro nas coxas e depois no peito, para ficar bem dourado e suculento. Quanto ao tempo, Alain comenta que uma ave de 3 a 4kg leva, em média, 1h30 a 2h para assar corretamente.

Melhores acompanhamentos para o peru de Natal

Para acompanhar, o chef Alain Poletto sugere batatas douradas, arroz fresquinho e uma farofa bem brasileira. Outra dica é deglacear a assadeira da cocção da ave com vinho branco, raspando bem para tirar todo o sabor. Isso dará origem a um molho delicioso para irrigar o peru e deixá-lo ainda mais molhadinho. Na hora de servir, o ideal é fatiar a peça na frente dos convidados, começando pelas coxas e sobrecoxas, passando para as asas e, finalmente, chegando ao peito.

Peru assado: conheça a história do prato


O peru é uma ave que é utilizada em diversas ocasiões. Aqui no Brasil, ele pode ser o prato principal tanto do Natal quanto do Ano Novo. Nos EUA, também é utilizado no dia de Ação de Graças. Vamos conhecer a história desse prato super tradicional?

Em 1526, um jovem inglês chamado William Strickland, levou para o seu país seis aves exóticas. Essas aves tinham pele avermelhada no pescoço e um grande tamanho. Eram os perus. Porém, essa história não foi confirmada. Ter um peru na mesa virou um símbolo de status importante no século XVI. Entretanto, os preços da ave não contribuíram para a popularização.

Em 1920, com os avanços da produção de alimentos, houve reduções dos preços das aves. Assim, os perus da Inglaterra foram criados para ficar maiores em um curto período de tempo. Atualmente, a maioria das famílias utilizam o peru para as ceias de Natal e Ano Novo. 

Com isso, a equipe da AnaMaria Receitas propôs um top 3 perus para as ceias de fim de ano, venha conferir!

Peru Recheado com Maçã:

Uma variação de recheio é o especial da receita. Um recheio super saboroso e que vai te deixar com água na boca. Venha conferir o passo a passo dessa receita!

Peru recheado com Maçã e Castanha
Peru recheado com Maçã e Castanha

Peru com Crosta de Amêndoas:

Uma receita super crocante e diferente de peru assado. O que a deixa crocante, ou seja, as amêndoas são o que diferencia das outras. Venha conferir o passo a passo dessa receita!

Peru com Crosta de Amêndoas
Peru com Crosta de Amêndoas

Peru com Legumes Caramelizados:

A mistura do peru com legumes caramelizados trazem um ar mais saudável e saboroso para a sua ceia. Venha conferir o passo a passo dessa receita!

Peru com Legumes Caramelizados
Peru com Legumes Caramelizados

Aproveite essas dicas e reproduza-as em sua casa nesse fim de ano!