Uma delícia que aprendi com minha Mãe é esse Pastel de Frango Perfeito


Nada se compara aos momentos felizes em família, especialmente quando estão envolvidos sabores deliciosos que nos trazem memórias incríveis. Uma dessas delícias é o pastel de frango que aprendi com minha mãe. Simples, crocante e recheado com um frango suculento, é uma receita que não pode faltar em qualquer reunião familiar. Vamos explorar essa receita deliciosa, descobrir suas origens e aprender algumas dicas para prepará-la perfeitamente.

Como Surgiu a Receita de Pastel de Frango

O pastel é uma iguaria que remonta à colonização portuguesa no Brasil, trazendo influências da culinária europeia. Com o tempo, os brasileiros adaptaram a receita, criando diversos recheios, entre eles o delicioso frango. O pastel de frango se tornou um clássico nas feiras livres e festas de família, ganhando o coração de todos com seu sabor irresistível.

Receita de Pastel de Frango

Ingredientes:

Para a massa:

  • 500g de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de sal
  • 1 colher de sopa de cachaça
  • 1 colher de sopa de óleo
  • 250ml de água morna

Para o recheio:

  • 500g de peito de frango cozido e desfiado
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 tomate picado sem sementes
  • 1/2 xícara de milho verde
  • 1/2 xícara de ervilha
  • 1/2 xícara de azeitonas verdes picadas
  • 1 colher de sopa de óleo
  • Sal e pimenta a gosto
  • Salsinha picada a gosto
  • 200g de requeijão cremoso

Para fritar:

  • Óleo suficiente para imersão
Pastel de Frango
Pastel de Frango

Modo de Preparo:

  1. Preparando a massa:
    • Em uma tigela, misture a farinha de trigo e o sal.
    • Adicione a cachaça, o óleo e a água morna aos poucos, misturando até formar uma massa homogênea.
    • Sove a massa até ficar lisa e elástica. Deixe descansar por 30 minutos.
  2. Preparando o recheio:
    • Em uma panela, aqueça o óleo e refogue a cebola e o alho até dourarem.
    • Adicione o tomate e cozinhe até desmanchar.
    • Acrescente o frango desfiado, o milho, a ervilha e as azeitonas. Tempere com sal, pimenta e salsinha.
    • Cozinhe por alguns minutos e finalize com o requeijão cremoso. Reserve e deixe esfriar.
  3. Montando os pastéis:
    • Abra a massa em uma superfície enfarinhada, até ficar bem fina.
    • Corte a massa em retângulos ou círculos do tamanho desejado.
    • Coloque uma porção de recheio no centro de cada pedaço de massa.
    • Dobre a massa ao meio, fechando bem as bordas com um garfo.
  4. Fritando:
    • Aqueça o óleo em uma panela funda.
    • Frite os pastéis até ficarem dourados e crocantes.
    • Retire e coloque sobre papel absorvente para retirar o excesso de óleo.

Dicas de Preparo

  • Para garantir que a massa fique bem crocante, não pule a etapa de descanso após sovar.
  • A cachaça na massa ajuda a deixá-la mais sequinha e crocante.
  • Se preferir, substitua o requeijão por cream cheese ou catupiry para variar o sabor do recheio.

Variedades da Receita

O pastel de frango é extremamente versátil. Você pode adicionar outros ingredientes ao recheio, como palmito, queijo ou até mesmo um toque de curry para um sabor mais exótico. Outra variação deliciosa é o pastel de frango com catupiry, que fica ainda mais cremoso.

Como Servir e Armazenar

Sirva os pastéis de frango ainda quentinhos, acompanhados de um molho de pimenta ou um vinagrete. Eles são perfeitos para um lanche da tarde, um encontro com amigos ou até mesmo como entrada para um jantar especial. Se sobrar algum (o que é raro!), guarde em um recipiente fechado na geladeira por até 2 dias. Para reaquecer, utilize o forno para manter a crocância.

Pronto! Agora você tem todos os segredos para preparar um delicioso pastel de frango, igualzinho ao que aprendi com minha mãe. Aproveite essa receita incrível e compartilhe momentos especiais com quem você ama. Bom apetite!

Empadão de Frango: Venha conferir essa receitinha deliciosa da vovó


O empadão de frango é uma deliciosa torta salgada, popular em toda a América Latina, especialmente no Brasil. Feito com uma massa crocante e um recheio suculento de frango desfiado, ervilhas, milho, azeitonas e temperos, este prato é perfeito para qualquer ocasião. Seja em um almoço de domingo com a família ou em um evento especial, o empadão de frango é sempre uma escolha saborosa e reconfortante.

Origem do Empadão de Frango

A origem do empadão de frango está intimamente ligada às tradições culinárias portuguesas. As empadas portuguesas, pequenas tortas recheadas, foram trazidas ao Brasil pelos colonizadores e rapidamente adaptadas ao paladar local. Com o tempo, as empadas evoluíram para empadões, versões maiores e mais robustas, adequadas para alimentar toda a família. A inclusão de ingredientes tipicamente brasileiros, como o frango desfiado e o milho, deu ao empadão de frango sua identidade única e o transformou em um prato icônico da culinária brasileira.

Receita de Empadão de Frango

Ingredientes

Massa:

  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 200g de manteiga ou margarina
  • 1 ovo
  • 1 colher de chá de sal
  • 1/2 xícara de água gelada

Recheio:

  • 500g de peito de frango cozido e desfiado
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 tomate sem sementes picado
  • 1/2 xícara de ervilhas
  • 1/2 xícara de milho verde
  • 1/2 xícara de azeitonas picadas
  • 1/2 xícara de molho de tomate
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de leite
  • Sal e pimenta a gosto
  • Cheiro-verde a gosto
Empadão de frango
Empadão de frango

Modo de Preparo

Massa:

  1. Em uma tigela, misture a farinha de trigo e o sal.
  2. Adicione a manteiga e misture com as mãos até obter uma farofa.
  3. Acrescente o ovo e a água gelada aos poucos, misturando até formar uma massa homogênea.
  4. Envolva a massa em filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos.

Recheio:

  1. Em uma panela, refogue a cebola e o alho até dourarem.
  2. Adicione o frango desfiado e refogue por alguns minutos.
  3. Acrescente o tomate, as ervilhas, o milho, as azeitonas e o molho de tomate, misturando bem.
  4. Dissolva a farinha de trigo no leite e adicione à panela, mexendo até engrossar.
  5. Tempere com sal, pimenta e cheiro-verde a gosto.
  6. Deixe esfriar antes de utilizar.

Montagem:

  1. Pré aqueça o forno a 180°C.
  2. Divida a massa em duas partes. Abra uma das partes com um rolo e forre o fundo e as laterais de uma forma.
  3. Adicione o recheio frio sobre a massa.
  4. Abra a outra metade da massa e cubra o recheio, pressionando as bordas para selar.
  5. Pincele a massa com uma gema batida para dourar.
  6. Asse por aproximadamente 40 minutos ou até que a massa esteja dourada.

Dicas de Preparo

  1. Massa Crocante: Use manteiga bem gelada e trabalhe a massa o mínimo possível para garantir uma textura crocante.
  2. Recheio Bem Temperado: Cozinhe o frango com temperos como louro e salsão para intensificar o sabor.
  3. Evite Recheio Molhado: Deixe o recheio esfriar completamente antes de colocar na massa, evitando que fique úmido.

Variedades da Receita

O empadão de frango pode ser adaptado de várias formas:

  • Empadão de Frango com Catupiry: Adicione requeijão cremoso ao recheio para uma versão mais cremosa.
  • Empadão Integral: Substitua parte da farinha de trigo por farinha integral para uma versão mais saudável.
  • Empadão de Frango e Palmito: Acrescente palmito picado ao recheio para um toque especial.

Como Servir, Armazenar e Conclusão

Como Servir

O empadão de frango é versátil e pode ser servido quente, acompanhado de uma salada verde fresca. É ideal para almoços e jantares, além de ser um excelente prato principal em festas e eventos.

Como Armazenar

Para armazenar, deixe o empadão esfriar completamente e guarde em um recipiente fechado na geladeira por até 3 dias. Para congelar, embale em filme plástico e coloque em um saco plástico próprio para freezer, onde pode ser armazenado por até 3 meses. Para reaquecer, leve ao forno preaquecido a 180°C até ficar quente.

O empadão de frango é uma receita que combina tradição e sabor, proporcionando momentos deliciosos em qualquer ocasião. Com as dicas e variações apresentadas, você poderá preparar um empadão perfeito, adaptando-o ao seu gosto e preferência. Experimente e surpreenda seus convidados com essa delícia!

Fricassê de Frango rápido e delicioso para um almoço perfeito


É um prato clássico, conhecido por sua cremosidade e sabor irresistível. O Fricassê de Frango é feito com frango desfiado, cozido em um molho cremoso à base de milho, creme de leite e requeijão, e finalizado com uma generosa camada de queijo derretido e batata palha crocante. Este prato é uma excelente opção para almoços e jantares, sendo versátil e fácil de preparar.

Origem do Fricassê de Frango

A origem do fricassê remonta à culinária francesa, onde a palavra “fricassée” descreve um método de preparo que envolve cozinhar carne branca, como frango ou vitela, em um molho branco cremoso. Este método de preparo se popularizou em diversos países, cada um adaptando a receita aos seus ingredientes locais e tradições culinárias. No Brasil, o fricassê de frango ganhou uma versão especial, incorporando milho, requeijão e batata palha, tornando-se um prato amado por sua simplicidade e sabor reconfortante.

Receita de Fricassê de Frango

Ingredientes

  • 1 peito de frango grande cozido e desfiado
  • 1 lata de milho verde (200g)
  • 1 lata de creme de leite (300g)
  • 1 copo de requeijão cremoso (200g)
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 xícara de água
  • 100g de azeitonas verdes picadas
  • 200g de queijo mussarela ralado
  • 100g de batata palha
  • Sal e pimenta a gosto
  • Azeite para refogar
Fricassê de frango
Fricassê de frango

Modo de Preparo

  1. Preparando o Creme:
    • Em um liquidificador, bata o milho verde com a água até obter uma mistura homogênea.
    • Adicione o creme de leite e o requeijão cremoso e bata novamente até misturar bem. Reserve.
  2. Refogando o Frango:
    • Em uma panela grande, aqueça um fio de azeite e refogue a cebola e o alho até ficarem dourados.
    • Adicione o frango desfiado e refogue por mais alguns minutos.
    • Tempere com sal e pimenta a gosto.
  3. Montagem:
    • Acrescente a mistura do liquidificador ao frango refogado, misturando bem.
    • Adicione as azeitonas picadas e deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 10 minutos, mexendo ocasionalmente.
  4. Finalização:
    • Transfira o fricassê para um refratário, cubra com o queijo mussarela ralado e leve ao forno preaquecido a 180°C até o queijo derreter e gratinar.
    • Retire do forno e finalize com a batata palha por cima.

Dicas e Variedades da Receita

  • Variedades: Você pode adicionar outros ingredientes ao seu fricassê de frango, como champignon, ervilhas ou até mesmo substituir o frango por outra proteína, como carne de porco ou camarão.
  • Toque Especial: Para dar um toque especial, adicione um pouco de noz-moscada ralada ao creme ou algumas ervas frescas, como salsinha e cebolinha.
  • Versão Light: Para uma versão mais leve, substitua o creme de leite por creme de ricota ou iogurte natural e use batata doce ao invés de batata palha.

Como Servir e Armazenar

Servindo: O fricassê de frango é um prato principal versátil que pode ser acompanhado por arroz branco, arroz de brócolis ou uma salada verde. Sirva quente, diretamente do forno, para aproveitar todo o sabor e a cremosidade.

Armazenando: Para armazenar o fricassê de frango, deixe-o esfriar completamente antes de transferi-lo para um recipiente hermético. Pode ser conservado na geladeira por até 3 dias. Se desejar congelar, divida em porções e armazene por até 3 meses. Na hora de consumir, descongele na geladeira e aqueça no forno ou no micro-ondas.

O fricassê de frango é uma receita que une o melhor da culinária francesa e brasileira, resultando em um prato delicioso, cremoso e reconfortante. Fácil de fazer e extremamente versátil, é uma opção perfeita para diversas ocasiões, desde um almoço em família até um jantar especial. Com as dicas e variações apresentadas, você pode adaptar a receita ao seu gosto e surpreender a todos com essa delícia. Experimente e bom apetite!

Espero que este artigo tenha sido útil e inspirador. Se você gostou, compartilhe com seus amigos e deixe seus comentários abaixo!

Pavê de Frango veja como fazer essa maravilha deliciosa


O pavê de frango é uma iguaria culinária que combina a suculência do frango com a cremosidade de um pavê tradicional. Essa criação gastronômica é uma verdadeira explosão de sabores e texturas, conquistando paladares ao redor do mundo. Mas como surgiu essa delícia e como podemos prepará-la da melhor forma possível? Neste artigo, exploraremos a origem do pavê de frango, compartilharemos cinco dicas essenciais e forneceremos uma receita irresistível para você experimentar em sua própria cozinha.

Origem do Pavê de Frango: Uma História Saborosa

A origem exata do pavê de frango é incerta, mas alguns relatos sugerem que essa criação nasceu da fusão de influências culinárias de diferentes regiões do mundo. Acredita-se que a ideia de combinar frango desfiado com camadas de creme e biscoitos surgiu de uma necessidade de reaproveitar sobras de frango de forma criativa na cozinha doméstica.

Ao longo dos anos, o pavê de frango se popularizou e se adaptou a diversas culturas, recebendo variações e aprimoramentos em cada lugar onde foi introduzido. Hoje em dia, é uma presença frequente em mesas de festas, reuniões familiares e almoços de domingo, encantando todos os que o provam com sua mistura única de sabores e texturas.

5 Dicas para um Pavê de Frango Perfeito

  1. Escolha os Ingredientes Frescos: Opte por frango fresco e de boa qualidade para garantir o melhor sabor e textura ao seu pavê. Evite utilizar frango muito seco ou processado, pois isso pode comprometer o resultado final.
  2. Tempere com Criatividade: O segredo de um bom pavê de frango está no tempero do frango desfiado. Experimente adicionar ervas frescas, como manjericão, sálvia ou tomilho, e especiarias como páprica ou cominho para dar um toque especial ao prato.
  3. Camadas Balanceadas: Ao montar o pavê, certifique-se de distribuir uniformemente as camadas de frango desfiado, creme e biscoitos. Isso garantirá que cada garfada tenha uma combinação equilibrada de sabores e texturas.
  4. Deixe Descansar: Após montar o pavê, deixe-o descansar na geladeira por pelo menos algumas horas, ou idealmente durante a noite. Isso permitirá que os sabores se desenvolvam e se fundam, resultando em um prato ainda mais saboroso.
  5. Sirva com Acompanhamentos Criativos: Experimente servir o pavê de frango com acompanhamentos diferentes, como uma salada fresca de folhas verdes ou legumes grelhados. Isso adicionará variedade ao prato e complementará sua refeição de forma deliciosa.

Receita de Pavê de Frango:

Ingredientes:

  • 500g de peito de frango cozido e desfiado
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 xícara de molho de tomate
  • Sal e pimenta a gosto
  • 200g de biscoito tipo cream cracker
  • Queijo parmesão ralado para finalizar

Modo de Preparo:

  1. Em uma panela, refogue a cebola e o alho em um pouco de azeite até ficarem dourados.
  2. Adicione o frango desfiado à panela e refogue por alguns minutos.
  3. Acrescente o molho de tomate, o sal e a pimenta, e cozinhe por mais alguns minutos até que o molho esteja bem incorporado ao frango.
  4. Em um recipiente, misture o creme de leite ao frango refogado, formando um creme homogêneo.
  5. Em um refratário, faça uma camada de biscoitos no fundo.
  6. Cubra os biscoitos com uma camada do creme de frango.
  7. Repita o processo, alternando camadas de biscoitos e creme, até finalizar com uma camada de creme.
  8. Polvilhe queijo parmesão ralado sobre a última camada de creme.
  9. Leve o pavê à geladeira por pelo menos 4 horas, ou até que esteja bem gelado.
  10. Sirva o pavê de frango acompanhado de salada verde e bom apetite!

Com esta receita e dicas úteis, você está pronto para preparar um pavê de frango delicioso e impressionar seus convidados com esta iguaria única e saborosa. Experimente e descubra por que o pavê de frango se tornou um clássico da culinária mundial!

Venha conhecer essa receita de Sobrecoxas de Frango Assadas perfeita!


As sobrecoxas de frango assadas são uma iguaria culinária que conquistou paladares ao redor do mundo. Originárias da culinária tradicional, essas suculentas porções de carne de frango oferecem uma combinação irresistível de sabor e textura. Desde os sabores ricos das ervas até a crocância da pele dourada, este prato oferece uma experiência gastronômica incomparável.

Origem e História:

As sobrecoxas de frango assadas têm raízes profundas na culinária internacional, com versões e variações em diversas culturas. Seu método de preparo simples, porém delicioso, tornou-as populares em muitas cozinhas ao redor do globo. Originalmente, o frango era uma ave domesticada em várias partes do mundo, e sua carne tornou-se uma fonte valiosa de proteína e nutrição.

Na culinária mediterrânea, os temperos como o alecrim, o tomilho e o alho são comuns para realçar o sabor do frango. Na América do Sul, as sobrecoxas muitas vezes são marinadas em sucos cítricos para um toque refrescante. Já na Ásia, especiarias como gengibre, pimenta e molho de soja são usadas para criar um perfil de sabor único.

5 Dicas para uma Sobrecoxa de Frango Assada Perfeita:

  1. Tempo de Marinada: Se optar por marinar as sobrecoxas antes de assar, deixe-as na marinada por pelo menos uma hora ou, de preferência, durante a noite, para que absorvam bem os sabores.
  2. Tempo e Temperatura: Assegure-se de assar as sobrecoxas em temperatura média-alta (por volta de 200°C) por tempo suficiente para que a pele fique dourada e crocante, e a carne cozinhe uniformemente.
  3. Use Temperos Frescos: Utilize ervas frescas sempre que possível, pois estas oferecem um sabor mais intenso e vibrante em comparação com as secas.
  4. Arame de Cozinha: Para garantir que as sobrecoxas mantenham sua forma durante o cozimento, você pode amarrá-las com arame de cozinha.
  5. Descanso Adequado: Após retirar as sobrecoxas do forno, deixe-as descansar por alguns minutos antes de servir. Isso permite que os sucos se redistribuam, resultando em uma carne mais suculenta.

Receita de Sobrecoxas de Frango Assadas:

Ingredientes:

  • 4 sobrecoxas de frango
  • 2 dentes de alho picados
  • Suco de 1 limão
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • Sal e pimenta a gosto
  • Ervas frescas (alecrim, tomilho, salsa) a gosto

Modo de Preparo:

  1. Em uma tigela, misture o alho picado, o suco de limão, o azeite de oliva, o sal, a pimenta e as ervas frescas picadas.
  2. Coloque as sobrecoxas de frango em um recipiente e despeje a marinada sobre elas, certificando-se de que fiquem bem cobertas. Deixe marinar na geladeira por pelo menos uma hora, ou durante a noite.
  3. Pré-aqueça o forno a 200°C.
  4. Disponha as sobrecoxas em uma assadeira, e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 40-45 minutos, ou até que estejam douradas e cozidas por dentro. Durante o cozimento, regue as sobrecoxas ocasionalmente com os sucos da assadeira.
  5. Retire do forno e deixe descansar por alguns minutos antes de servir.
  6. Sirva as sobrecoxas assadas com acompanhamentos de sua preferência, como arroz, legumes ou salada.

As sobrecoxas de frango assadas são uma opção versátil e deliciosa para qualquer ocasião. Com sua pele crocante e carne suculenta, elas certamente se tornarão um prato favorito em sua mesa. Experimente esta receita e deixe-se encantar pelos sabores intensos e reconfortantes deste clássico da culinária.

Qual a quantidade de proteina que devemos comer por dia?


As proteínas são como blocos de construção complexos feitos de aminoácidos. Elas fazem muitas coisas importantes em nossos corpos. Elas ajudam a construir e manter nossas células e tecidos, como a pele, os tendões e a cartilagem, dando-lhes força e flexibilidade.

Além disso, as proteínas desempenham papéis vitais como enzimas, catalisadores para reações químicas no corpo, acelerando-as e possibilitando processos metabólicos como a digestão e a produção de energia.

Outras funções das proteínas incluem o transporte de substâncias, como oxigênio (através da hemoglobina) e nutrientes, regulação de processos biológicos (como hormônios que controlam o metabolismo) e defesa do organismo contra patógenos (como os anticorpos do sistema imunológico).

As proteínas são encontradas em uma variedade de fontes alimentares, incluindo carne, peixe, ovos, laticínios, legumes, nozes e sementes. Uma ingestão adequada de proteínas é crucial para manter a saúde e o funcionamento adequado do organismo.

A frequência e a quantidade ideais de proteína que devemos consumir dependem de vários fatores, incluindo idade, sexo, nível de atividade física e objetivos individuais de saúde e fitness. O AnaMaria Receitas te explica melhor!

  1. Segundo as Diretrizes Dietéticas para Americanos, é sugerida uma ingestão média de aproximadamente 0,8 gramas de proteína por quilo de peso corporal por dia para adultos saudáveis. Por exemplo, alguém com 70 quilos pode necessitar de cerca de 56 gramas de proteína diariamente.
  2. Indivíduos envolvidos em atividades físicas intensas, especialmente treinos de resistência ou musculação, podem precisar aumentar a ingestão de proteínas para auxiliar na recuperação muscular e no crescimento. Nesses casos, uma ingestão entre 1,2 a 2,2 gramas de proteína por quilo de peso corporal por dia pode ser recomendada.
  3. As necessidades proteicas podem variar com a idade e em circunstâncias especiais, como durante a gravidez ou a amamentação, ou durante a recuperação de lesões, ou cirurgias. Nessas situações, pode ser necessário um aumento na ingestão de proteínas para apoiar o crescimento, o desenvolvimento e a reparação dos tecidos.
  4. É crucial considerar a qualidade das fontes de proteína ao calcular a ingestão diária. É recomendável dar preferência a fontes magras e saudáveis de proteína, como carnes magras, peixes, ovos, laticínios com baixo teor de gordura, legumes, grãos integrais, nozes e sementes.
  5. Distribuir a ingestão de proteínas ao longo do dia, incluindo em todas as refeições principais, pode ser benéfico para otimizar a síntese de proteínas musculares e manter a sensação de saciedade ao longo do dia.

É importante ressaltar que essas são diretrizes gerais e as necessidades individuais podem variar. Caso tenha dúvidas sobre a quantidade adequada de proteína para você, é recomendável consultar um nutricionista ou médico.

Veja também: Como equilibrar nutrição e praticidade na sua dieta!

Os melhores acompanhamentos para frangos


A prática de saborear frango é uma tapeçaria rica e variada que abrange o mundo todo, influenciada por diversos fatores, incluindo aspectos econômicos, religiosos, sociais e culinários.

Este alimento versátil e acessível ganhou destaque nas refeições de muitas culturas, tornando-se um elemento fundamental em uma ampla gama de pratos tradicionais e contemporâneos.

Em muitos países, as pessoas não apenas consomem frango como uma fonte de nutrição, mas também o valorizam como uma parte essencial de sua identidade culinária.

Além disso, considerações religiosas e culturais moldam a maneira como as pessoas preparam e consomem frango. Em comunidades judaicas e muçulmanas, por exemplo, é importante seguir as leis kosher ou halal ao abater o frango para garantir sua aceitabilidade para o consumo.

Da mesma forma, em celebrações e festividades ao redor do mundo, os pratos de frango frequentemente desempenham um papel central, desde o peru assado no Dia de Ação de Graças até o frango agridoce em casamentos chineses.

Por isso, o AnaMaria Receitas separou uma lista com os melhores acompanhamentos para você fazer com frango!

  • Arroz Pilaf

Ingredientes: Arroz, caldo de galinha ou vegetais, cebola picada, alho picado, legumes picados (como cenoura, ervilha, pimentão), especiarias (como cominho, açafrão).

Modo de preparo: Refogue a cebola e o alho em um pouco de óleo até que fiquem macios. Acrescente o arroz e mexa até que esteja levemente dourado. Adicione os legumes e especiarias, seguido pelo caldo. Cozinhe até que o arroz esteja macio e o líquido tenha sido absorvido.

  • Batatas Assadas

Ingredientes: Batatas, azeite de oliva, sal, pimenta, ervas frescas (como alecrim, tomilho).

Modo de preparo: Lave e corte as batatas em cubos. Misture com azeite, sal, pimenta e ervas frescas. Asse em um forno pré-aquecido a 200°C até que estejam douradas e macias por dentro.

  • Salada Verde com Molho de Mostarda e Mel

Ingredientes: Folhas verdes (como alface, rúcula, espinafre), cenoura ralada, tomate-cereja cortado ao meio, pepino fatiado, e para o molho: mostarda e mel.

Modo de preparo: Misture todos os ingredientes da salada em uma tigela grande. Quanto ao molho, misture mostarda, mel, azeite, vinagre de maçã, sal e pimenta em um recipiente com tampa. Agite bem até que a mistura fique homogênea e regue sobre a salada na hora de servir.

  • Legumes Assados 

Ingredientes: Legumes variados (como abobrinha, pimentão, berinjela, cogumelos), azeite de oliva, alho picado, sal, pimenta, ervas frescas.

Modo de preparo: Corte os legumes em pedaços grandes e misture-os com azeite, alho, sal, pimenta e ervas. Asse em um forno pré-aquecido a 200°C até que estejam macios e levemente dourados.

  • Quinoa com Vegetais

Ingredientes: Quinoa, caldo de legumes, legumes picados (como brócolis, cenoura, pimentão), cebola picada, alho picado, azeite de oliva.

Modo de preparo: Refogue a cebola e o alho em um pouco de azeite até que fiquem macios. Adicione a quinoa e mexa por alguns minutos. Em seguida, acrescente os legumes e o caldo, e cozinhe até que a quinoa esteja macia e os legumes estejam cozidos.

Essas opções de acompanhamento são bastante flexíveis e harmonizam perfeitamente com uma variedade de pratos de frango. Explore diferentes combinações e adapte os sabores conforme suas preferências!

Gostou das dicas? Veja também, dicas para preparar o frango mais delicioso que você já comeu! 

 

Dicas para preparar o frango mais delicioso que você já comeu


Preparar frango representa uma habilidade essencial na cozinha, pois permite explorar a versatilidade desse ingrediente na alimentação. Devido ao baixo teor de gordura e ao alto teor de proteínas, muitas pessoas optam pelo frango em uma dieta equilibrada e saudável.

Além disso, sua neutralidade de sabor possibilita uma ampla variedade de opções de preparo e combinações de sabores.

Na hora de preparar suas refeições, as pessoas podem usar o frango de diversas maneiras. Desde grelhar, assar, cozinhar até fritar ou refogar, as opções são praticamente infinitas.

O frango se adapta facilmente a uma variedade de pratos e estilos culinários. Pode ser utilizado em uma salada leve, um curry exótico, um ensopado reconfortante ou até mesmo como recheio de tacos, ou sanduíches.

Além de sua versatilidade na cozinha, o frango oferece uma excelente fonte de nutrientes essenciais, como proteínas de alta qualidade, vitaminas do complexo B (como niacina e B6) e minerais como selênio e fósforo.

Esses nutrientes desempenham papéis importantes no suporte à saúde muscular, manutenção da saúde cardiovascular e fortalecimento do sistema imunológico.

No entanto, é importante considerar que a forma de preparo do frango pode influenciar seu valor nutricional. Optar por métodos de cocção mais saudáveis, como grelhar ou assar, em vez de fritar, pode ajudar a manter baixos os teores de gordura e calorias, preservando, ao mesmo tempo, os nutrientes.

O AnaMaria Receitas te ensina a tirar o melhor proveito desse ingrediente saboroso!

Como preparar frango

  • Opte por frango fresco e de qualidade. Escolha frangos orgânicos ou criados sem antibióticos e hormônios, se possível.
  • Lave o frango em água corrente e seque-o com papel toalha. Em seguida, corte-o conforme necessário para sua receita, seja em filés, tiras, cubos ou deixe inteiro.
  • Existem diversas maneiras de cozinhar frango. Você pode grelhar, assar, cozinhar, fritar ou refogar, dependendo do resultado desejado. Certifique-se sempre de cozinhar o frango completamente para garantir sua segurança alimentar.
  • Não tenha medo de experimentar novas receitas e combinações de sabores. O frango é um canvas em branco na cozinha e você pode adaptá-lo a uma variedade de cozinhas e estilos culinários.
  • Se sobrar frango, armazene-o na geladeira por até alguns dias. Lembre-se de refrigerá-lo dentro de duas horas após o cozimento para garantir sua segurança alimentar.

Como temperar frango

  • Experimente combinações de temperos que complementem o sabor do frango. Você pode incluir sal, pimenta, alho em pó, cebola em pó, páprica, cominho e ervas como tomilho, orégano ou alecrim.
  • Ingredientes ácidos como suco de limão, vinagre balsâmico, iogurte ou vinho branco ajudam a amaciar o frango e realçar seus sabores.
  • Deixe o frango marinar na mistura de temperos por pelo menos 30 minutos, e idealmente por algumas horas ou durante a noite na geladeira. Isso permite que os sabores penetrem na carne de maneira mais profunda.
  • O azeite de oliva ou outro óleo ajuda a manter a umidade do frango durante o cozimento e auxilia os temperos a aderirem melhor à carne.
  • Certifique-se de cobrir completamente o frango com os temperos, massageando-os na carne para garantir uma distribuição uniforme do sabor.
  • Se estiver com pressa, você pode optar por marinadas pré-prontas disponíveis no mercado.

Gostou das dicas? Veja também, dicas para um churrasco perfeito! 

Frango Preguiçoso: veja prato que suja pouca louça e fica uma delícia


Sabe aqueles dias em que a disposição de ir para cozinha e preparar algo simplesmente sumiu? Ou quando estamos extremamente cansados com a rotina cheia de trabalho? Independentemente de tudo isso, o que não dá é deixar a preguiça tomar conta. Afinal, precisamos nos alimentar, e da maneira mais saudável possível, inclusive pelo bem de nosso bem-estar e saúde

Aqui, a ideia é você ter o mínimo trabalho possível. Por isso, AnaMaria Receitas te sugere uma receita deliciosa, que vai te salvar nos dias de preguiça. Preparar esse Frango Preguiçoso é muito fácil, pois leva apenas quatro ingredientes e pode ser a opção ideal para os dias de correria – e preguiça. Confira!

Receita de Frango Preguiçoso do AnaMaria Receitas 

Ingredientes:

  • 3 Batatas grandes em rodelas
  • 1 e 1/2 xícara de requeijão cremoso
  • 1/2 xícara de parmesão ralado
  • 2 xícaras de frango cozido e desfiado em pedaços

Modo de preparo:

Cozinhe a batata em água fervente com sal por dez minutos ou até ficar macia. Escorra. Em um refratário untado com azeite, alterne camadas de batata, requeijão, parmesão e frango, mas finalize com o requeijão e o queijo ralado. Leve ao forno, preaquecido em temperatura média, por 20 minutos ou até o queijo derreter e dourar ligeiramente. Sirva em seguida com saladas de folhas.

Como desfiar frango? Separamos 4 técnicas infalíveis


O frango desfiado rende muitas receitas deliciosas, como o clássico empadão de frango, o suculento fricassê, lanches feitos com patê de frango, além de saladas e panquecas. No entanto, para todas essas receitas é necessário desfiar o frango para o preparo, e essa etapa pode ser um empecilho para muitas pessoas, pois não dá para negar que é uma tarefa trabalhosa, principalmente para quem não tem muita familiaridade com a cozinha. 

Por isso, para facilitar a sua vida e te ajudar a economizar tempo, AnaMaria Receitas vai te contar 3 técnicas infalíveis para desfiar frango. E a boa notícia é que serão necessários apenas itens presentes na sua casa, como eletrodomésticos, panela de pressão, martelo de cozinha e até um simples garfo. Venha conferir! 

Desfiar frango na panela de pressão

Esse é um dos métodos mais conhecidos e sua fama se dá porque é mais prático, rápido e não faz muita sujeira. Tudo porque você vai utilizar apenas a própria panela em que cozinhou o frango. O truque é bem simples: após cozinhar o peito, espere a pressão sair e retire toda a água, deixando apenas o frango. Feche a panela novamente e, em seguida, comece a agitá-la com bastante força, realizando movimentos para cima e para baixo, sabe? Por fim, abra a panela e, prontinho: o seu frango estará desfiado e pronto para as receitinhas! 

Desfiar frango com o garfo ou as próprias mãos

Trata-se de outro método bem simples, mas um pouco mais trabalhoso do que a sugestão anterior, pois o processo é todo manual. Tudo começa com o cozimento do peito. Na sequência, espere ele ficar em temperatura morna – além de evitar que você se queime, a carne de frango fria fica mais dura. Coloque a peça em cima de uma tábua e, enquanto segura o peito com uma mão, use a outra para passar o garfo por cima da carne. Uma dica importante é evitar cortar a peça em pedaços, pois o peito de frango inteiro dá mais segurança na hora de desfiar.

Desfiar frango usando martelo de cozinha

Outra maneira fácil, e bem antiga, de desfiar frango é usando o martelo de cozinha. Para isso, basta cozinhar muito bem a carne, colocar em cima de uma tábua e bater com o martelo até que o frango comece a quebrar. Contudo, vale ressaltar que a técnica só vai funcionar se a carne estiver bem molinha. 

Desfiar o frango no processador ou liquidificador 

Por fim, uma alternativa fácil e moderna é desfiar seu frango com a ajuda de um liquidificador ou processador. Afinal, esses alimentos são utilizados para processar alimentos. A ideia é bem simples: basta adicionar o frango cozido – e em pedaços – no eletrodoméstico escolhido e bater em velocidade baixa, sempre! Isso porque, se for em velocidade alta e por muito tempo, o seu frango vai virar uma pasta. Por isso, o ideal é bater o frango apertando a função “pulsar” para controlar a velocidade, até obter a textura desejada.