Bolo de especiarias: receita especial do AnaMaria Receitas para sair do básico


O bolo é conhecido por ser um doce com vários sabores e versões de receitas irresistíveis, complementadas, muitas vezes, com um recheio e até mesmo uma cobertura deliciosa. Independente do sabor, um bolinho cai muito bem em qualquer momento, seja no café da manhã ou à tarde, qualquer momento é uma boa pedida para saborear esse doce delicioso.

Para você que deseja inovar no café da tarde, e cansou dos sabores clássicos de bolo, nós te apresentamos um bolo de especiarias uma receita exclusiva do AnaMaria Receitas, feita com gengibre, canela e cravo. Um mix de sabores que vai te impressionar. 

Continue lendo para descobrir o passo a passo dessa receita inovadora! 

Receita de bolo de especiarias do AnaMaria Receitas 

Ingredientes:

Massa:

  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de manteiga
  • 1 colher (chá) de gengibre ralado
  • 1 Pitada de canela
  • 1 Pitada de cravo em pó
  • 1 Pitada de sal
  • 5 Ovos
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • 1/4 xícara de suco de laranja

Creme:

  • 1 e 1/2 xícara de açúcar
  • 1/2 xícara de água
  • 2 xícaras de leite fervente
  • 6 colheres (sopa) de maisena
  • 1/3 xícara de manteiga gelada cortada em pedacinhos

Modo de preparo:

Massa: Aqueça o forno a 200ºC. Bata bem o açúcar com a manteiga. Adicione o gengibre, a canela, o cravo, o sal e os ovos. Bata até obter um creme leve e uniforme. Aos poucos junte a farinha misturada com o fermento, alternando com o suco de laranja. Ponha numa fôrma de 25 centímetros de diâmetro untada com manteiga. Leve ao forno até que enfiando um palito no centro ele saia limpo. Deixe esfriar um pouco e desenforme.

Creme: Leve ao fogo uma panela com o açúcar e a água. Mexa até o açúcar se dissolver. Deixe ferver até caramelar. Aos poucos, sempre mexendo, adicione o leite fervente, escorrendo pela borda da panela.

Junte a maisena dissolvida em um pouco de leite e cozinhe mexendo até ferver e engrossar. Retire da panela, deixe esfriar e leve à geladeira até ficar bem gelado e firme.

Bata a manteiga até esbranquiçar. Junte o creme gelado e bata bem. Corte o bolo ao meio e recheie com cerca de 1/3 do creme e, com o restante, cubra a superfície e a lateral do bolo. Sirva gelado.

Cheesecake bicolor é uma sobremesa cremosa e fácil de fazer!


Constituído basicamente por uma base de bolacha, um recheio cremoso a base de queijo, creme e ovos, além de uma cobertura deliciosa, o cheesecake é uma receita que, apesar de estrangeira, conquistou o coração dos brasileiros com a união do salgado com o doce. 

Apesar da versão tradicional feita com ricota e geleia de frutas ser a mais popular, existem diversas versões e recheios para agradar a todos os paladares. Por isso, o AnaMaria Receitas vai te apresentar uma versão diferente dessa torta, o cheesecake bicolor que é feito com chocolate, ricota, e para dar um sabor inovador, pedacinhos de laranja. 

Ficou com água na boca? Então venha aprender a preparar essa receita cremosa, deliciosa e muito fácil de fazer. Confira aqui! 

Receita de Cheesecake bicolor com laranja

Ingredientes:

  • 1 Lata de leite condensado
  • 1 Caixa de creme de leite
  • 300 g de Cream cheese
  • 300 g de Ricota fresca
  • 4 colheres (sopa) de Açúcar
  • 1 Envelope de gelatina incolor
  • 4 colheres (sopa) de Água
  • 1 colher (sopa) de Casca de laranja ralada
  • 4 colheres (sopa) de Achocolatado
  • 1/2 xícara de Leite
  • 1/2 xícara de Achocolatado para a calda
  • 1 colher (sopa) de Manteiga
  • 1 Pacote de biscoitos maria ou maisena moídos
  • 6 colheres (sopa) de Margarina
  • 1 Clara

Modo de preparo

Para fazer a base, misture o biscoito com a margarina e a clara, numa tigela, até obter uma farofa grossa. Aperte-a numa forma de fundo falso de 20 cm, usando as costas de uma colher. Leve ao forno, preaquecido, por dez minutos, ou até dourar levemente. Deixe esfriar.

No liquidificador, bata o leite condensado com o creme de leite, o cream cheese, a ricota, o açúcar, a gelatina hidratada com a água e dissolvida em banho-maria e a casca de laranja.

Divida em duas porções e coloque uma porção sobre a base assada. Cubra e leve à geladeira até firmar (por aproximadamente 20 minutos).

Na outra parte do recheio, junte o achocolatado e bata até misturar bem. Jogue sobre o recheio branco, cubra e leve novamente à geladeira por três horas ou até firmar.

Para a calda, leve ao fogo o leite, achocolatado e a manteiga, deixando ferver até engrossar. Espere esfriar e espalhe a cobertura sobre a cheesecake. Decore a gosto com fatias de laranja e sirva em seguida.

 

 

Dia da Sobremesa: comemore com os 5 melhores doces do AnaMaria Receitas!


Se você é do time que prefere doces em vez de comidas salgadas, algo que não pode faltar no seu dia a dia é um docinho, principalmente após o almoço, quando bate aquela vontade inexplicável de uma sobremesa. E, justamente por ter esse poder de deixar a vida mais “adocicada”, a sobremesa ganhou um dia só dela. Assim, todo dia 9 de outubro celebramos o Dia Nacional da Sobremesa.

A data é uma ótima desculpa para furar a dieta e se render as mais variadas opções de docinhos. E a gente já adianta que, nesse assunto, o AnaMaria Receitas é especialista! Por isso, para celebrar o Dia Nacional da Sobremesa, nós separamos o nosso top 5 das melhores receitas para você se deliciar. Confira! 

Bolo de brigadeiro com morango

Essa é uma receita que mora no coração e ninguém consegue resistir! Para preparar, você vai precisar de tempo e cuidado, afinal, essa receita possui uma etapa longa e um preparo que merece atenção. A boa notícia é que tanta dedicação vale a pena, pois a receita é incrível! 

Bolo de brigadeiro com morango
Bolo de brigadeiro com morango

Pudim-pavê de chocolate

É isso mesmo que você leu! Esse preparo une dois dos doces mais amados pelos brasileiros: o pudim e o pavê. Venha descobrir o resultado dessa receita inovadora e surpreenda-se! 

Pudim-pavê de chocolate
Pudim-pavê de chocolate

Torta leve de frutas

Para quem gosta de docinhos preparados com frutas, essa torta é a opção ideal para comemorar o Dia Nacional da Sobremesa. A união de frutas como manga, morangos e kiwi, juntamente com a massa e a geleia, formam uma mistura de sabores que você não pode perder! 

Torta leve de frutas
Torta leve de frutas

Trufa de limão

Se tem uma opção perfeita para quando bater aquela vontade de comer um docinho logo após o almoço, essa é a Trufa de limão. Essa sobremesa é muito fácil e prática de fazer e, se você armazenar na geladeira, terá docinhos para vários dias! 

Foto de Trufa de limão
Foto de Trufa de limão

Musse de maracujá com brownie

As musses são receitas muito fáceis e práticas de preparar. E a última opção de sobremesa que separamos é essa Musse de maracujá com brownie, que une o cítrico da fruta com o doce do chocolate, além de uma calda deliciosa. Você não pode perder esse docinho! 

Musse de maracujá com brownie
Musse de maracujá com brownie

Aprenda a preparar uma torta de limão de padaria na sua casa!


Podemos concordar que os melhores doces nós encontramos nas prateleiras das padarias, que sempre estão convidativas com comidinhas bonitas e apetitosas. Dentre essas comidas, sabe quando você entra na padaria e se depara com aquelas tortas doces super trabalhadas e suculentas? É impossível resistir a essa tentação e sempre acabamos comprando um pedacinho, afinal, quem experimentou sabe que esses doces não são só bonitos, mas são muito gostosos também!

Pensando nisso, o AnaMaria Receitas separou uma receita de uma torta clássica encontrada em padarias, a torta de limão e chocolate, que consiste numa mistura incrível do azedinho do limão e o doce inconfundível do chocolate. No entanto, dessa vez esse doce será preparado em casa e ficará tão gostoso quanto. Então, venha aprender a preparar essa maravilha e surpreenda a todos com o sabor!

Receita de torta mesclada de limão e chocolate do AnaMaria Receitas

Ingredientes:

Massa:

  • ½ Pacote de Biscoito maisena (100 g)
  • 50 g de Margarina
  • 2 colheres (sopa) de Leite

Recheio de chocolate:

  • 500 g de Chocolate ao leite picado
  • 1 colher de sobremesa de Manteiga
  • 1 lata de Creme de leite
  • 2 colheres de sopa de Creme de avelã

Recheio de limão:

  • 1 lata de Leite condensado
  • ½ xícara de Suco de limão
  • 1 lata de Creme de leite sem soro
  • ½ envelope de Gelatina em pó sem sabor
  • Raspas de casca de limão para decorar

Modo de preparo:

Massa: No liquidificador, triture o biscoito maisena. Em uma tigela, misture o biscoito triturado, a margarina e o leite até formar uma farofa bem úmida. Forre o fundo e as laterais de uma fôrma de 24 cm de diâmetro. Asse no forno preaquecido a 200ºC durante 10 minutos. Reserve.

Recheio de chocolate: Derreta o chocolate em banho-maria, misture a manteiga, o creme de leite e o creme de avelã. Coloque sobre a massa e, com uma colher, faça movimentos formando ondas. Leve à geladeira até endurecer.

Recheio de limão: No liquidificador, bata o leite condensado, o suco de limão, o creme de leite e a gelatina preparada de acordo com as instruções da embalagem. Coloque sobre o creme de chocolate e leve novamente à geladeira até endurecer. Decore com raspas de casca de limão.

Receitas doces de festa junina!


A festa junina é uma das festas mais tradicionais do país! As músicas, danças, brincadeiras e comidas são clássicas e merecem um lugar especial no nosso coração (e estômago). Por isso, para que você se delicie em clima junino, o AnaMaria Receitas separou as 10 melhores receitas de doces tradicionais de festa junina! 

Não fique de fora dessa! Confira as receitas a seguir e experimente esses docinhos tão deliciosos!

Queijadinha com doce de leite

 

A queijadinha de doce de leite é um ótimo jeito de começar a lista. Cremosa e absolutamente deliciosa, esse docinho vai te garantir uma boa festa junina! Confira a receita completa no nosso site!

Maçã do Amor

A clássica receita de maçã do amor está de volta! Às vezes acompanhada de um correio elegante, essa receita é bem saborosa e surpreendentemente simples de preparar. 

Maçã do amor
Maçã do amor

Brigadeiro de pé de moleque

Pé de moleque já é bom, agora o brigadeiro de pé de moleque é ainda mais delicioso. Turbine a sua receita tradicional de festa junina com o AnaMaria Receitas!

Brigadeiro de pé de moleque
Brigadeiro de pé de moleque

Quindim

Você sabia que é superfácil fazer quindim em casa? O doce é feito de ovos e coco, uma combinação diferente que deixa todo mundo pedindo mais. Experimente esse doce delicioso e faça quando quiser!

Quindim
Quindim

Pamonha de forno

Um jeitinho diferente de preparar essa receita típica de São João! Mesmo sendo preparada no forno, a pamonha continua cremosa e saborosa como a original. Faça esse modo de preparo e se delicie com esse doce cheio de sabor! 

Pamonha de forno
Pamonha de forno

Bolo de milho com goiabada

O bolo de milho é um clássico do cafézinho da tarde e, obviamente, está presente na festa junina. Turbine o seu bolinho clássico com um toque adicional de goiabada. Não tem como não ficar gostoso!

Bolo de milho
Bolo de milho

Amendoim açucarado

O amendoim é um ingrediente muito comum na festa junina. Seja em pratos salgados ou pratos doces, até mesmo ele puro como aperitivo, ele sempre está presente na comemoração. E claro que o AnaMaria acharia um jeito de deixar esse ingrediente ainda mais saboroso. Experimente o amendoim açucarado e se delicie em clima junino!

Amendoim açucarado
Amendoim açucarado

Canjica nordestina

Mais uma receita bem diferente para você diferenciar o seu cardápio junino! A canjica nordestina é mais consistente do que as canjicas comuns, no entanto, continua sendo um doce extremamente saboroso e muito simples e preparar!

Canjica nordestina
Canjica nordestina

Torta cremosa de milho

O milho também é um dos personagens principais da festa junina. Que tal turbinar o menu e preparar essa torta bem diferente? A cremosidade perfeita com um sabor indescritível faz dessa receita a escolha perfeita para a sua festa de São João!

Torta cremosa de milho

Pipoca gourmet

Mais um jeito diferente de preparar uma receita tradicional. O AnaMaria Receitas te ensina a fazer essa pipoca doce mega saborosa e supersimples de preparar! Não fique de fora e experimente esse doce junino diferentão!

Como guardar o ovo de páscoa? Veja dicas incríveis!


Eba! A época dos chocolates chegou! Mas você sabe como armazenar seu ovo de páscoa corretamente? Colocá-los na geladeira ou deixá-los no armário? E se derreterem o que devo fazer? Veja as dicas do AnaMaria Receitas para que seus chocolates fiquem saborosos por mais tempo!

Colocar na geladeira não é uma boa ideia

Por mais estranho que pareça, a geladeira pode ser a grande inimiga da conservação do seu ovo de páscoa. Isso porque as altas temperaturas, além de modificarem a textura do chocolate, também alteram seu sabor. Fora isso, a geladeira contém diversos alimentos que, por conta de seus fortes aromas, também podem alterar o gosto do seu ovo de páscoa. 

Os cuidados corretos com seu ovo de páscoa!

Para que seu chocolate tão saboroso continue com seu sabor delicioso é necessário seguir algumas recomendações. Em primeiro lugar a temperatura certa é de 20 a 25ºC, ou seja, pode guardar em um armário com boa ventilação e fora da luz do sol. Uma forma bem simples de manter a temperatura de seu chocolate controlada é vedá-lo com papel alumínio, o mesmo utilizado nas embalagens do ovo de páscoa. 

E se quiser ainda mais proteção, coloque-o em um pote de vidro ou plástico com tampa para que os aromas de outros alimentos não se misturem com o chocolate. 

Ovos de páscoa de colher, no entanto, podem ficar até 3 dias na geladeira. Ou seja, faça o sacrifício de consumi-los o mais rápido possível. Mas sem muito estresse, afinal, ano que vem tem mais!

E os ovos que sobraram?

Um cenário que pode acontecer é você simplesmente enjoar de comer ovos de páscoa e, acredite, acontece. Mas antes de deixá-los estragar e jogá-los fora, você pode derretê-los e reutilizar em outras receitas, como esse brownie de chocolate deliciosa!

Brownie de Chocolate
Brownie de Chocolate

Ex-moradora de rua, hoje ela ganha mais de R$25 mil por mês vendendo doces


Algumas histórias que ouvimos mudam nossas vidas. E a vivida por Alessandra Rocha é uma daquelas que transformam o nosso olhar perante as dificuldades diárias, dando forças para levantarmos e corrermos atrás do que achamos ser impossível. E se tem uma coisa que essa ex-moradora de rua, que hoje fatura mais de R$25 mil por mês vendendo doces, pode falar, sem dúvida alguma, é que “A Cozinha Mudou Minha Vida!”

VIVENDO NA RUA

Toda história de superação conta com aquela parte em que o personagem se vê perdido, sem esperanças. E essa fase começou em 2005 na vida de de Alessandra, quando uma depressão muito forte a fez decidir sair de casa, deixando para trás suas duas filhas.

Foram sete anos morando nas ruas de São Paulo. “Passei de tudo um pouco: fome, discriminação e frio”, afirma ao AnaMaria Receitas. Contando apenas com a ajuda de abrigos, ela andava horas e mais horas para poder conseguir comer, dormir ou tomar banho.

O tempo passou e, em dezembro de 2012, Alê conheceu o seu anjo da guarda: Edna Rocha. “Estava próximo ao serviço da Edna, quando pedi um prato de comida e começamos a conversar”, conta.

Dias depois, Edna convidou Alessandra para ir à igreja em que costumava ir. Ao final do culto, ela anunciou que, a partir daquele dia, não deixaria a nova amiga voltar para as ruas. Junto com outros amigos, arrecadou dinheiro para alugar um quarto de hotel para a ex-moradora de rua.

Com tanto apoio de seu anjo da guarda, Alessandra conta que voltou a se sentir querida. “Ela fez eu me sentir muito importante, me ensinou a ser forte e me sentir um ser humano de novo, com dignidade, caráter e orgulho de mim mesma”, ressalta.

PEDRAS NO CAMINHO

Em meados de 2013, Edna conseguiu um emprego de doméstica para Alessandra, mas o trabalho durou pouco após a ex-moradora de rua ficar muito doente. “Fui morar com a Edna, que largou seu emprego de 11 anos para cuidar de mim, pois eu estava muito fraca”, lembra.

Em outubro de 2013, Edna e Alessandra receberam uma ordem de despejo, já que ambas estavam desempregadas e o aluguel ficou muito atrasado. Foi aí que o empreendedorismo surgiu na vida delas. “Quando veio a ordem de despejo, já não tinhamos dinheiro pra mais nada e a Edna resolveu pegar maçã do amor de uma pessoa pra revender”, conta Alessandra.

PRIMEIROS PASSOS

Assistindo a programas de culinária, Alessandra sugeriu a ideia das duas começarem a vender trufas e bolos, além das maçãs do amor. “Pegamos os últimos R$ 30 que a gente tinha e iniciamos a produção dos doces”, relembra. E foi assim que surgiu a Doces Rocha, em 29 de outubro de 2013.

EVOLUÇÃO

Alessandra confessa que, inicialmente, não sabia cozinhar nada, mas a vontade de fazer tudo dar certo a fez comprar revistas e livros de culinária para estudar. Só que essas receitas disponibilizadas pelas publicações eram muito caras, bem fora da realidade das duas.

Foi quando Alessandra começou a fazer adaptações e inventar novidades. “Em menos de três meses eu já estava ficando boa na confeitaria e, dos 30 bolos, nossa produção passou para 120 por dia, fazendo com que a Edna não desse conta mais de vender sozinha”, conta a empreendedora.

Alessandra e Edna começaram com 30 doces por dia e, de repente, pularam para 120 - Crédito: Arquivo Pessoal
Alessandra e Edna começaram com 30 doces por dia e, de repente, pularam para 120 – Crédito: Arquivo Pessoal

Com o volume de produção crescendo, Edna começou a vender nos comércios do centro da Penha, na Zona Leste de São Paulo (SP). Mais tarde, a sócia passou a comercializar os doces no Bresser, também na ZL, e, atualmente, as amigas têm pontos de venda em mais de 20 bairros da capital paulista.

PANDEMIA

Como nem tudo são flores, quando a pandemia da covid-19 veio, em 2020, as sócias precisaram fechar a loja e Alessandra caiu em depressão, com medo de perder tudo o que conquistaram. No entanto, Edna não deixou a amiga desistir e incentivou que ela fizesse como no começo: 30 doces para vender na rua.

Mesmo com o comércio fechado, Edna saia com os quitutes que Alê produzia. Quando o governo liberou que os funcionários voltassem ao trabalho, as meninas voltaram com tudo e, dessa vez, com sete funcionários e a produção de 300 doces por dia.

O susto veio em 30 de novembro de 2020, quando Alessandra pegou covid-19 e quase morreu, chegando a ficar em ventilação mecânica por 15 dias devido a piora de seu quadro. Até hoje a empreendedora luta para recuperar o movimento do corpo, pois só conseguia mexer a cabeça quando voltou do hospital.

E foi aí que a cozinha entrou novamente na vida da empreendedora, pois foi limpando os morangos para a produção dos doces que Alessandra recuperou o movimento total das mãos. “Hoje eu trabalho sentada, mas não deixo de produzir meus quitutes, porque é isso que me mantém viva”, afirma uma das donas do Doces Rocha, antes de completar: “Minha meta agora é terminar minha fisioterapia e voltar andar normal, pra poder abrir a loja.”

Alessandra aprendeu sozinha a produzir doces para vender com ajuda de Edna - Crédito: Arquivo Pessoal
Alessandra aprendeu sozinha a produzir doces para vender com ajuda de Edna – Crédito: Arquivo Pessoal

CONQUISTA

Atualmente, as empreendedoras têm 10 anos de empresa, faturam mais de R$ 25 mil por mês. Segundo Alessandra, o foco agora é ir melhorando a cada dia, inovando e inspirando mulheres a terem determinação para vencer as dificuldades.

“Nunca é tarde pra recomeçar, não importa o quanto isso vai demorar, o mais importante é não desistir”, aconselha Alessandra Rocha.

Cinco erros para você evitar na hora de confeitar seu bolo


Confeitaria é uma arte, por isso, ela precisa ser aperfeiçoada. E está tudo bem não acertar tudo de primeira na hora de preparar um bolo, mas o AnaMaria Receitas contou com a confeiteira Bruna Rebelo para te ajudar a não cometer alguns erros logo de cara!

De acordo com ela, na confeitaria, é preciso ter alguns pontos de atenção, principalmente com bolos altos, que precisam de um cuidado maior na hora de transportá-los. Bruna listou os cinco erros comuns na hora de confeitar o bolo.

1. Não usar um nivelador

“Muita gente não sabe usar, mas é mais simples do que você imagina”, explica. Ao cortá-lo com uma faca, existem diferentes tipos de espessura na massa e isso acaba deixando o bolo feio.

2. Não usar a cinta de contenção

Segundo Bruna, a cinta de contenção é uma barreira feita entre o recheio e o espaço para fora do bolo. “A cinta de contenção segura o recheio lá dentro e deixa o bolo reto e nivelado”, conta.

3. Não deixar refrigerar por tempo suficiente

O tempo mínimo de descanso na geladeira é de 12 horas com o bolo já montado. Isso faz com que ele esteja firme ao retirar o acetato, para que ele fique reto, estruturado e seguro.

4. Não proteger as migalhas na hora de passar a espátula

É preciso tomar muito cuidado, porque as migalhas podem estragar visualmente a decoração.

5. Deixar a temperatura muito baixa ao colocar o bolo com cobertura buttercream na geladeira

E a Bruna explica: “Quanto mais baixa for a temperatura, maior vai ser o choque térmico ao retirá-lo da geladeira”, explica. Para isso não acontecer, o buttercream precisa estar armazenado na temperatura mais alta da sua geladeira.