Como reaproveitar a casca da banana? Veja nossas dicas


Ao contrário do que muitos pensam, a casca da banana é rica em fibras e minerais, até mais do que a própria fruta em si. Além disso, ela possui flavonoides que ajudam a melhorar o funcionamento do intestino, controlar o colesterol e facilitam a perda de peso, já que é pouco calórica.

Dentre seus muitos outros benefícios, a casca da fruta também auxilia na melhora do sono e na promoção do bem-estar, por possuir abundantes de um aminoácido importante para a produção de serotonina.

Exatamente por isso, o AnaMaria Receitas traz algumas dicas para que você possa reaproveitar a casca da banana e evitar o desperdício de alimentos. Confira!

Receitas

Como citado anteriormente, a casca da banana é extremamente nutritiva e pode ser usada em diferentes receitas, desde comidas salgadas até doces. Você pode misturá-la em vitaminas, assar, fritar e, até mesmo, transformar em proteína vegana, como é o caso da Carne Desfiada de Casca de Banana. Se procura por uma versão com um pouco mais de açúcar, o Doce de Casca de Banana é a opção perfeita para acabar com a sua vontade!

Fertilizante Natural

A casca da fruta é um ótimo fertilizante natural para alimentar as plantas. Além disso, ela pode ser utilizada para estimular o crescimento das mesmas. Para fazer o fertilizante, basta encher um balde com água e juntar pedaços pequenos da casca dentro dele. Quando estiver cheio, filtre a água e use-a para regar a sua plantação. Ademais, ela também atua como um excelente antiparasitário, capaz de manter pragas longe de árvores frutíferas.

Cicatrizante

Sim, é isso mesmo que você leu. A casca da amarelinha age como adstringente e antisséptico, possuindo ação anti-inflamatória e cicatrizante. Se utilizada corretamente, ela reduz marcas de acne, melhora irritações de pele e alivia a coceira causada por picadas de insetos.

Diferentes tipos de banana e os benefícios de cada!


A banana é uma das frutas mais comuns do mundo. Seu preço acessível e o sabor adocicado e simples é algo bem chamativo para seus consumidores, principalmente os brasileiros. No Brasil, estima-se que comemos 27 quilos cada de banana por ano – 16 vezes mais do que o consumo global comum. 

Além disso, é uma das frutas mais produzidas no mundo. No total, são cerca de 70 milhões de toneladas de banana cultivadas por ano mundialmente. O Brasil é o terceiro país que mais produz banana – atrás somente da Índia e do Equador. 

No entanto, ao contrário do que muitos pensam, a fruta não é original de solos brasileiros. Por mais que alguns historiadores imaginem que algum tipo de banana fosse natural daqui, acredita-se que ela foi trazida pelos portugueses das índias. Felizmente a cultura da banana aceitou bem as condições climáticas e do solo brasileiros e, por isso, se encontra em praticamente todas as casas brasileiras.

Além de tudo isso, essa fruta é muito importante para a nossa saúde e cada tipo de banana tem seu sabor único. Veja mais algumas informações sobre as bananas e as diferenças entre os tipos com o AnaMaria Receitas!

Comer banana faz bem para a saúde?

A resposta é sim. Assim como a maioria das frutas, a banana é bem completa em nutrientes. Obviamente não substitui outras frutas, mas é um ótimo alimento. O maior diferencial dela é o potássio, nutriente importante para a circulação do sangue e para um bom funcionamento dos músculos. Muitos procuram a banana por ela diminuir as cãibras musculares. 

Outro nutriente interessante dessa fruta é o magnésio que completa as funções do potássio e também funciona como um componente energético da fruta. Ela também é uma ótima fonte de carboidratos e fibras que, respectivamente, fornecem energia para o corpo e regula o funcionamento do intestino. 

Além disso, a banana é rica em vitaminas A, B1, B2 e C. No entanto, é bom tomar cuidado com a quantidade de açúcares que a fruta tem em seus componentes. A dosagem de açúcar pode variar de acordo com o tipo da fruta e o grau de amadurecimento dela – as verdes têm menos açúcares. 

Banana/ Foto: Pixabay

 5 tipos mais populares de banana: 

  • Banana-da-terra: A mais diferente entre elas. A banana-da-terra é geralmente a maior banana da lista. Como ela possui menos açúcar, é comum preparar pratos salgados com ela. Veja essa receita de moqueca de banana-da-terra
  • Banana-nanica: O nome da banana se dá não pelo tamanho da fruta, e sim pela altura da bananeira – que é baixinha. Pelo contrário, a banana-nanica pode chegar até 24 cm de comprimento, além de que ela é bem doce e bem popular no Brasil. 
  • Banana-ouro: Essa é a menorzinha da família e talvez a mais doce de todas. A banana-ouro é bem delicada e deve ser manuseada com cuidado para evitar machucados na fruta.
  • Banana-prata: Ela é a irmã do meio: nem muito doce, nem muito grande, apenas na média. Além disso, essa é a mais duradoura e pode ser consumida até 4 dias depois de amadurecer, o que facilita seu comércio e a sua conservação. 
  • Banana-maçã: Graças ao seu cheiro que lembra a maçã, esse tipo de banana é bem docinho e tem um tamanho reduzido, bem parecida com a ouro. O diferencial dela é que ela é ótima para quem está com problemas de diarreia, além de ser indicada para bebês e idosos com intestino mais sensível.