Costelinha de Porco que aprendi com meu Tio e vou te ensinar agora!


Tenho certeza que não tem nada melhor do que um almoço em família com uma boa costelinha de porco, não é? Essa receita especial foi ensinada pelo meu tio, que sempre soube como conquistar todos à mesa. Vamos aprender a preparar essa delícia juntos?

Como Surgiu a Receita de Costelinha de Porco

A costelinha de porco é um prato tradicional em muitas culturas, mas a versão que vou compartilhar com vocês tem um toque especial da nossa família. Meu tio, grande cozinheiro de finais de semana, desenvolveu essa receita ao longo dos anos, sempre testando novos temperos e formas de preparo até chegar na combinação perfeita.

Receita de Costelinha de Porco

Ingredientes

  • 1,5 kg de costelinha de porco
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 cebola grande picada
  • Suco de 2 limões
  • 4 colheres de sopa de molho de soja
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 1 colher de sopa de páprica doce
  • 1 colher de chá de pimenta-do-reino
  • Sal a gosto
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 xícara de água
Costelinha de Porco
Costelinha de Porco

Modo de Preparo

  1. Preparar a marinada: Em uma tigela grande, misture o alho, a cebola, o suco de limão, o molho de soja, o mel, a páprica, a pimenta-do-reino e o sal. Adicione a costelinha de porco, certificando-se de que todas as peças estejam bem cobertas pela marinada. Deixe marinar por pelo menos 2 horas na geladeira, mas se puder deixar de um dia para o outro, melhor ainda.
  2. Pré-aquecer o forno: Aqueça o forno a 180°C. Enquanto isso, retire as costelinhas da marinada e reserve o líquido.
  3. Selar a carne: Em uma frigideira grande, aqueça o azeite e sele as costelinhas por todos os lados até que estejam douradas. Isso ajuda a manter os sucos dentro da carne, garantindo uma costelinha suculenta.
  4. Assar: Coloque as costelinhas seladas em uma assadeira e despeje a marinada reservada por cima. Adicione a xícara de água para garantir que não seque. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por aproximadamente 1 hora.
  5. Finalizar no forno: Retire o papel alumínio e aumente a temperatura para 220°C. Asse por mais 20-30 minutos ou até que as costelinhas estejam bem douradas e caramelizadas.

Dicas de Preparo

  • Marinada longa: Quanto mais tempo deixar a carne na marinada, mais saborosa ela ficará. Recomendo preparar a marinada na noite anterior.
  • Selar bem a carne: Este passo é crucial para garantir que as costelinhas fiquem suculentas por dentro e crocantes por fora.
  • Controle do forno: Fique de olho nas costelinhas nos últimos 30 minutos para evitar que queimem. O ideal é que fiquem bem douradas e levemente caramelizadas.

Variedades da Receita

Se quiser variar um pouco, você pode:

  • Adicionar barbecue: Substitua o mel por molho barbecue para um sabor defumado e adocicado.
  • Espécies diferentes: Experimente usar alecrim ou tomilho fresco na marinada para um toque de ervas.
  • Molho picante: Adicione pimenta calabresa ou molho de pimenta na marinada para um toque mais picante.

Como Servir e Armazenar

Sirva as costelinhas com arroz branco, salada de batata ou uma farofa caprichada. Para completar, um bom vinagrete cai super bem!

Se sobrar (o que é difícil!), você pode armazenar as costelinhas em um recipiente hermético na geladeira por até 3 dias. Para reaquecer, leve ao forno baixo coberto com papel alumínio para que não resseque.

Essa receita de costelinha de porco é perfeita para aqueles momentos especiais com a família. Espero que você goste tanto quanto nós gostamos aqui em casa! Bom apetite!

Ideia para o almoço: receita de Madalena de Frango


Do tamanho perfeito para um grande almoço em família, a torta madalena se assemelha a um escondidinho. Em sua estrutura original, o prato consiste em uma fina camada de carne moída com tempero caseiro, coberta por uma generosa camada de purê de batata. 

Contudo, o AnaMaria Receitas te ensina o preparo substituindo a carne moída por frango. Achou interessante? Então acompanhe o passo a passo completo na sequência!

Receita de madalena de frango

Está sem criatividade para o almoço de família? Prepare essa receita simples e absolutamente deliciosa de torta de madalena de frago!

Ingredientes: 

  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 Cebola pequena picada
  • 2 Dentes de alho
  • 400 g de Peito de frango cozido e desfiado
  • 3 Tomates pelados
  • 1/2 xícara de caldo de galinha
  • 1 Lata de milho
  • 1 Lata de ervilha
  • Sal e pimenta a gosto
  • 2 colheres (sopa) de Queijo parmesão ralado

Purê de batata: 

  • 7 Batatas grandes
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 1 Ovo
  • Sal a gosto

Modo de preparo: 

Comece pelo purê, para isso, cozinhe as batatas em água e sal. Quando ficarem macias, retire a casca. Amasse-as com a ajuda de um espremedor e adicione a manteiga. Misture bem e, em seguida, adicione os ingredientes restantes, mexendo sempre. Reserve.

Para o recheio da madalena, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho até dourarem. Junte o frango, o tomate e o caldo. Mexa bem e cozinhe por dez minutos em fogo baixo para o líquido secar. Escorra o milho e a ervilha e adicione-os. Tempere com sal e pimenta e mantenha em fogo baixo misturando um pouco. 

A montagem da torta é bem simples, unte uma assadeira quadrada com manteiga e acrescente uma camada de purê. Depois, coloque o recheio. Cubra o frango com o purê restante e polvilhe queijo ralado. Finalize levando ao forno a 180ºC até dourar. Prontinho!

Filé mignon na cerveja: receita suculenta para qualquer ocasião


Existem algumas receitas que, apesar de um passo a passo simples e uma lista de ingredientes curta, conseguem entregar muito sabor e inovação. Elas podem ser preparadas tanto para um almoço comum do dia a dia, quanto em ocasiões especiais que queremos impressionar amigos e familiares.

Uma dessas receitas é deste Filé Mignon na Cerveja Preta que é, nada mais e nada menos, do que um filé mignon frito, mas que leva um molho de cerveja com champignon, conferindo um toque sofisticado e saboroso ao prato. Além disso, para preparar você precisa de apenas 30 minutos. Rápido, não?

Por isso, a dica de receita de hoje do AnaMaria Receitas é um prato que, assim que você provar, será impossível não repetir. Aprenda a fazer o prato!

Receita de filé mignon na cerveja preta do AnaMaria Receitas

Ingredientes:

  • 1 Kg de Filé mignon sem gordura
  • 2 colheres (sopa) de Azeite
  • Tempero pronto a gosto
  • 150 ml de Molho de soja
  • 1 colher (sopa) de Mostarda
  • 300 g de Champignon cortado em lâminas
  • 1 lata de Cerveja preta
  • Cheiro-verde ou coentro a gosto

Modo de preparo:

Corte o filé mignon em pedaços. Em uma frigideira antiaderente funda, adicione o azeite, o tempero pronto e a carne cortada em cubos. Frite até a carne perder o tom rosado.

Adicione o molho de soja, a mostarda e o champignon. Deixe fritar mais um pouco, mexendo às vezes, e abaixe o fogo. Quando começar a borbulhar, adicione a cerveja e misture. Cozinhe até ficar cremoso. Polvilhe o cheiro-verde ao servir.

Experimente essa receita de polenta com ragu!


A polenta é um prato típico italiano, antigamente usado como um substituto mais barato para pães e sopas. Isso porque a polenta é um prato bem versátil. A massa é feita a partir de uma mistura com fubá e água, e pode ser dura ou mole, grelhada ou frita – possibilitando diversos modos de servir.

A receita que ensinamos hoje, a polenta acompanha o ragu de costela do AnaMaria Receitas, uma carne soltinha e deliciosa. Aqui ela pode ser servida como prato principal e, por mais que seja uma massa mais baratinha, o sabor é indescritível! Veja o passo a passo completo a seguir!

Receita deliciosa de polenta com ragu de costela

O AnaMaria Receitas te ensina a fazer um prato principal bem saboroso e fácil de fazer. O resultado final fará todo mundo ficar com água na boca!

Ingredientes para a polenta

2 L de Caldo de legumes

1 colher (sopa) de manteiga

4 colheres (sopa) de queijo parmesão

3 xícaras de fubá

Ingredientes para o ragu

500 g de Costela de boi cortada em pedaços pequenos

1 colher (sopa) de suco de limão

1/2 colher (sopa) de óleo

1 Dente de alho amassado

1 Cebola grande picada

1 Folha de louro

1 Cubo de caldo de carne

1/2 L de Água fervente

3 Tomates, sem pele e sem sementes, picados

1/2 xícara de vinho tinto seco

1/2 xícara de polpa de tomate

Modo de preparo:

Comece preparando a polenta: em uma panela, ferva o caldo de legumes com a manteiga e o parmesão. Aos poucos, adicione o fubá e misture bem. Cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Coloque a polenta em um refratário untado com manteiga e reserve.

Passe para o preparo do ragu. Para isso, lave bem os pedaços de costela e tempere-os com o suco de limão. Em uma panela de pressão, aqueça o óleo e doure a carne. Acrescente o alho e a cebola e refogue.

Junte o louro, o caldo de carne e a água fervente. Tampe a panela e cozinhe no fogo brando durante 30 minutos após o início da pressão ou até a carne ficar macia. Desligue o fogo e deixe sair totalmente a pressão.

Desfie a carne e coloque-a novamente na panela. Acrescente os tomates, o vinho e a polpa de tomate. Cozinhe por mais 20 minutos sem a pressão. Cubra a polenta com o molho bem quente e sirva-a.

Almoço de domingo: prepare almôndegas picantes!


Por mais que as almôndegas sejam famosas como acompanhamento de uma boa macarronada, o prato nasceu no Irã, antes chamado de Império Persa. Provavelmente foi no século 12, quando os persas começaram a mostrar koofthe (carne moída) ao mundo. 

Já o nome “almôndega” nasceu na arábia, originário da palavra Al-búndiga, que significa bolinhas. Inclusive, foi das almôndegas que surgiu os tão amados hambúrgueres. Interessante, não é mesmo?

De qualquer forma, com a popularização, as bolinhas de carne acabaram sofrendo diversas alterações pelo mundo. No próprio AnaMaria Receitas, por exemplo, temos várias receitas diferentes do prato. Contudo, que tal preparar essa almôndega de carne com molho picante? Perfeito para a família toda comer no almoço de domingo!

Receita de almôndegas de carne com molho picante

As bolinhas de carne são muito famosas, mas duvido que já comeu almôndegas como essa. Veja o passo a passo completo a seguir!

Ingredientes para a carne

  • 300 g de Carne moída
  • 2 Gomos de linguiça de porco sem pele
  • 2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado
  •  Fatias de pão integral molhadas em água e escorridas
  • 1 colher (chá) de páprica picante
  • 1 Cebola média bem picada
  • 2 colheres (sopa) de óleo

Ingredientes para o molho

  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 3 Dentes de alho picados
  • 4 colheres (sopa) de pimentão vermelho picado
  • 1 Pimenta dedo-de-moça com ou sem sementes picada
  • 1 lata de tomate pelado picado
  • 1 xícara de água
  • 1 Tablete de caldo de carne light
  • 1/2 xícara de azeitonas pretas cortadas em tiras
  • 2 colheres (sopa) de alcaparras enxaguadas
  • Tomilho ou manjericão picado a gosto para polvilhar

Modo de preparo:

Comece misturando bem a carne com a linguiça, o cheiro-verde, o pão, a páprica e a cebola em uma tigela. Em seguida, faça bolinhas com a mão. O tamanho das bolinhas define a quantidade de almôndegas. 

Para fritar as almôndegas, aqueça óleo em uma panela e doure as bolinhas em fogo médio para alto. Vire a carne para que as almondegas fiquem bem feitas em todos os lados. Feito isso, retire do fogo e coloque em um papel toalha para escorrer. 

Para o molho, comece fazendo um refogado na panela com azeite, alho e o pimentão. Deixe dourar um pouco e coloque o tomate com o caldo da lata, a água e o tablete. Tampe a panela e deixe ferver por 10 minutos no fogo baixo. Por fim, adicione a azeitona e a alcaparra. Junte as almôndegas e deixe aquecer bem. Polvilhe a erva picada e sirva em seguida.

Torta fria de berinjela e tomate: ideia para um almoço refrescante!


Em dias quentes é costume optarmos por comidas mais leves e refrescantes, como saladas e sorvetes, assim como em dias frios a preferência é por comidas quentes, como sopas e chás. Contudo, não é porque está calor que você precisa viver apenas comendo saladas, é necessário se alimentar com comidas que conferem saciedade e nos deem força para o dia a dia. 

Exatamente para fugir um pouco das saladas, mas mesmo assim se deliciar com comidinhas refrescantes, você pode optar por essa Torta Gelada de Berinjela e Tomate que, além de saudável e muito saborosa, é fácil de fazer. Venha conferir o passo a passo aqui! 

Receitas de Torta Fria de Berinjela e Tomate do AnaMaria Receitas 

Ingredientes:

  • 300 g de Cream cheese
  • 1 Ovo
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 2 Berinjelas cortadas em fatias no sentido do comprimento
  • 1/2 pacote de massa folhada
  • 2 Tomates cortados em rodelas
  • 1 Pimentão cortado em tiras
  • Folhas de manjericão a gosto

Modo de preparo:

Numa tigela, misture o cream cheese, o ovo e as gemas até ficar homogêneo. Junte o sal e a pimenta e bata até formar um creme liso. Grelhe as berinjelas em uma frigideira untada e reserve. Abra a massa conforme as instruções da embalagem e forre uma forma com papel-manteiga.

Faça uma borda com a massa na lateral da forma. Fure o fundo da torta com um garfo e espalhe o creme de queijo.Disponha o tomate, a berinjela e o pimentão. Salpique o manjericão e leve ao forno até assar. Deixe esfriar e leve à geladeira por uma hora.

Almoço de domingo: veja essa receita de Madalena de Aipim


O clássico almoço de domingo com a família é praticamente uma tradição brasileira. Mas, antes de mais nada, toda semana alguém precisa se planejar para cozinhar uma refeição gostosa para todos esses familiares. Como isso nem sempre é uma tarefa fácil, AnaMaria Receitas decidiu simplificar para você. 

Assim, a dica deste domingo é a Madalena de Aipim, um prato diferente e absolutamente saboroso. Trata-se de uma torta de batata, geralmente feita com carne moída, que ganhou uma nova roupagem: aipim e uma mistura intrigante de legumes variados. Definitivamente, este é um prato do tamanho, preparo e sabor perfeitos para a família toda. Confira o passo a passo completo na sequência!

Receita de Madalena de Aipim

Ingredientes:

Recheio

  • 1 Cenoura sem casca picada
  • 10 Vagens picadas
  • 1 e 1/2 xícara de Abóbora sem casca em cubinhos
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 Cebola média picada
  • 1 Dente de alho picado
  • 2 Tomates sem sementes picados
  • 1/2 xícara de ervilhas frescas ou congeladas
  • 1/2 Pimentão vermelho em cubinhos
  • 4 Folhas de acelga picadas
  • Sal, pimenta e manjericão fresco a gosto

Purê

  • 700 g de Aipim sem casca cozido e amassado com um garfo
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • Sal e noz-moscada ralada a gosto
  • 1 Ovo
  • 1 Caixa de creme de leite
  • 1/2 xícara de requeijão cremoso
  • Queijo parmesão ralado a gosto para polvilhar

Modo de preparo: 

Para fazer o recheio, inicie cozinhando a cenoura, a vagem e a abóbora no vapor. Enquanto isso, em outra panela, aqueça o azeite e doure a cebola e o alho. Junte o tomate, a ervilha, o pimentão e a acelga, misture e refogue por dois minutos. Acrescente os legumes cozidos ao refogado. Tempere com sal, pimenta e o manjericão. Reserve.

Agora faça o purê. Use uma tigela, misture o aipim amassado, o azeite, o sal e a noz-moscada. Misture e junte o ovo, o creme de leite e o requeijão. Mexa bem.

A montagem é simples: em um refratário untado com azeite, coloque os legumes e cubra com a mistura de aipim. Polvilhe o parmesão e leve ao forno, preaquecido em temperatura média, até dourar. Sirva.

Macarrão na panela de pressão? Receita fica pronta em poucos minutos


É difícil encontrar alguém que não goste de macarrão, e esse fato pode ser explicado: é um prato prático, fácil de fazer e muito versátil, sendo possível preparar com muitas combinações deliciosas de molhos, utilizar ou não a carne, preparar receitas mais saudáveis, simples ou mais incrementadas. Quando o assunto é macarrão, seu gosto e a criatividade valem muito!

Falando em versatilidade, esse prato nos permite preparos bem práticos, como a versão feita na panela de pressão. A receita, inclusive, é ideal para quando não se tem muito tempo e o melhor: sujando pouca louça. Para preparar esse macarrão, os ingredientes podem variar muito dependendo da receita, mas uma coisa é certa: o ideal é optar pelas versões do tipo curto, como penne ou parafuso, por exemplo. Isso porque as massas longas, como espaguete, não funcionam bem nesse modo de preparo. Vamos aprender?

Receita de macarrão na panela de pressão do AnaMaria Receitas 

Ingredientes:

  • 1 Pacote de macarrão tipo parafuso
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 3 Dentes de alho
  • 1 Cebola picada
  • 1/2 Kg de Carne moída
  • 1 Lata pequena de molho de tomate
  • 1/2 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 Lata de creme de leite
  • 1 L de Água fervente
  • 300 g de Mussarela ralada no ralo grosso
  • Sal a gosto

Modo de preparo:

Aqueça o óleo na panela de pressão e refogue o alho picado e a cebola até murcharem. Acrescente a carne e mexa até começar a dourar. Adicione o molho de tomate e mexa. Dissolva o fermento no creme de leite e ponha na panela. Junte a água fervendo, o sal e o macarrão. Mexa devagar, tampe a panela e cozinhe por três minutos.

Desligue a panela e espere acabar a pressão. Abra a panela e transfira para um refratário untado metade do macarrão. Cubra-o com metade da mussarela e espalhe por cima o macarrão restante. Finalize com uma camada da mussarela restante e leve para gratinar.

Como montar a lasanha perfeita? Separamos 3 dicas


Se existe um prato que certamente conquistou o coração – e o estômago – dos brasileiros, essa é a Lasanha. De tão gostosa, a receita acaba ficando reservada para ocasiões especiais, como almoços em família, para receber amigos queridos ou, até mesmo, ser aquele prato de destaque no almoço de domingo.

Preparar uma lasanha não tem muito segredo: basta decidir se a massa será feita em casa, ou se você utilizará uma massa pronta de mercado. Após isso, é a hora de escolher o recheio, que pode ser presunto e queijo, frango, carne de boi ou de soja e até legumes. Para unir tudo isso, o molho de tomate e o creme de leite funcionam como uma espécie de “cimento”, juntando recheio e massa, entre uma camada e outra.

Como é possível ver, não é uma receita complexa de fazer, mas para conquistar aquela lasanha especial, super molhadinha e que desmancha na boca, existem algumas dicas para alcançar esse resultado. Por isso, AnaMaria Receitas separou 3 dicas para você preparar uma lasanha perfeita e suculenta. Confira! 

Escolhendo a massa ideal 

O primeiro passo para conquistar aquela lasanha de dar água na boca é a escolha da massa. Isso porque, dependendo do tipo, o modo de preparo será modificado. A lasanha pode ser preparada com massa fresca, pré-cozida seca ou a massa seca de caixinha. Se você optar pela massa fresca, é necessário prestar atenção no tempo de cozimento, porque a lasanha ainda será levada ao forno, ou seja, a massa terminará de cozinhar no forno. Se passar do ponto, porém, a lasanha pode ficar mole demais e até desmanchar no momento de servir. 

Para quem não tem muita prática na cozinha, ou tem receio de utilizar a massa fresca e errar o ponto, uma boa opção é a massa pré-cozida seca. No entanto, para esse tipo o ideal é que o molho escolhido seja mais líquido, visando que a massa fique macia e no ponto certo. No caso da massa de caixinha, ela precisa ser cozida antes de ser adicionada ao forno com os outros ingredientes. Para isso, basta cozinhar a massa no tempo indicado na caixa, depois siga o passo a passo normalmente da receita. 

Abuse do molho!

Nada mais delicioso do que uma lasanha bem molhadinha, não é mesmo? O que garante essa característica ao prato é justamente o molho, sendo este um dos ingredientes mais importantes da receita e que deve ser levado em consideração. Falando na escolha do molho, aliás, você pode usar a versão à bolonhesa, molho branco, quatro queijos, molho pesto, molho de tomate, entre outros. O importante é deixar a lasanha bem úmida!

Por isso, capriche na quantidade de molho na hora de montar o prato: comece colocando a primeira camada diretamente na assadeira. Isso evita que a massa grude no recipiente. Ah, e não se esqueça de sempre de deixar as camadas de molho próximas das camadas de massa, já que é ele que vai ajudar a cozinhá-la. O molho também deve ser adicionado na parte superior da lasanha, antes do queijo.

Monte a lasanha na ordem correta

Isso mesmo, existe uma ordem na hora da montagem da lasanha! Por isso, comece untando o recipiente com manteiga ou azeite e, depois, adicione uma camada de molho. Em seguida, comece intercalando a massa da lasanha, com o molho e depois o recheio escolhido. Feito isso, basta repetir o processo nessa ordem, fazendo quantas camadas desejar. Só não se esqueça de deixar o queijo por último, para garantir aquele gratinado perfeito! Quando finalizar a montagem, cubra a travessa com papel alumínio e leve sua lasanha ao forno. 

 

Como empanar sem farinha de rosca? Veja dicas práticas


O preparo à milanesa consiste em passar o alimento no ovo e na farinha de rosca e, depois, fritar no óleo ou na AirFryer. Esse modo de preparo nos proporciona comidas de dar água na boca como, por exemplo, filés à milanesa, a clássica banana à milanesa, ou berinjela à milanesa. Independentemente do alimento que você for empanar, ele certamente ficará muito saboroso.

Mas já aconteceu de acabar algum ingrediente durante o preparo da receita? E quando ela era um bife empanado e o ingrediente em falta era justamente a farinha de rosca? Se você desistiu da receita e mudou de rumo, é porque provavelmente não sabia que existem maneiras de empanar sem usar a farinha de rosca.

Neste texto, AnaMaria Receitastraz alternativas para você empanar seus alimentos quando a farinha de rosca acabar!

Empanar usando farinha de trigo, amido e água

A primeira alternativa que separamos é usar uma misturinha de farinha de trigo, amido e água. Essa mistura, utilizada para empanar o clássico prato japonês Tempurá, é uma opção deliciosa para quando acabar a farinha de rosca. Para isso, adicione em um recipiente:

  • 1/4 de xícara (chá) de água filtrada gelada;
  • 1/4 de xícara (chá) de farinha de trigo;
  • 1/4 de xícara (chá) de amido de milho.

Misture tudo muito bem até obter uma massa homogênea. Ah, e atente-se a textura dessa massinha, que não pode ser líquida e nem grossa demais. Assim, vá ajustando a massa com os ingredientes para conseguir o ponto correto.

Empanar usando farinha Panko

Para você que adora empanados supercrocantes e sequinhos, a farinha perfeita para usar é a Panko, bastante popular na cultura asiática. Isso porque esse tipo de farinha possui uma moagem bem rústica e grosseira. Para usar essa farinha, basta imitar o jeito que você utiliza a farinha de rosca. Simples demais, não?

Empanar usando farinha de milho ou fubá

Para você que prefere um empanado mais leve – e que possa ser feito com pouco óleo – uma boa alternativa é usar a farinha de milho ou de fubá. Seu preparo é bem simples, e neste caso especificamente, você não precisa usar ovo, apenas se quiser. Basta deixar o alimento bem úmido antes de empanar e cobrir cada cantinho dele com a farinha. Depois, é só fritar!