Hoje é o dia da pimenta-do-reino: confira benefícios e diferenças entre os tipos da especiaria

No dia 29 de agosto é comemorado o dia da pimenta-do-reino, especiaria tão comum na vida dos brasileiros, que confere sabor aos nossos alimentos.
Foto: Pixabay

Se você já navegou pelas receitas salgadas aqui do AnaMaria Receitas, já deve ter reparado que a grande maioria leva pimenta-do-reino na lista de ingredientes. A combinação de sal e pimenta é quase uma regra na maioria das receitas salgadas, pois além de sabor, essa especiaria traz muitos benefícios para a nossa saúde. A sua popularidade é tanta que o dia 29 de agosto é comemorado o dia da pimenta-do-reino.

Publicidade

Portanto, para comemorar esta data, nós separamos alguns benefícios dessa especiaria, além de diferenciar os tipos de pimenta-do-reino e quando usá-las. Venha conferir! 

Benefícios da pimenta-do-reino

Mais do que um simples tempero, a pimenta-do-reino oferece diversos benefícios para a nossa saúde graças a uma substância chamada piperina, que é um alcaloide natural que confere o sabor picante da pimenta, mas seu principal componente é que ela é considerada um tipo de antioxidante que ajuda a diminuir o risco de doenças crônicas como aterosclerose, doenças cardiovasculares e condições neurológicas. Ao adicionar pimenta-do-reino à refeição, você aumenta a quantidade de nutrientes absorvidos pela corrente sanguínea, graças a piperina e seu efeito positivo na biodisponibilidade dos nutrientes. 

Outra substância pertencente à família das pimentas é a  capsaicina, que possui alto poder anti-inflamatório e, inclusive, anestésico. Além disso, a capsaicina tem potencial termogênico, ou seja, contribui para acelerar o metabolismo e pode colaborar com o emagrecimento. 

Estudos demonstram que uma dieta rica em pimenta-do-reino diminui os riscos de colesterol e açúcar no sangue, incluindo o colesterol LDL (conhecido como “colesterol ruim”). Acredita-se que a substância piperina encontrada na especiaria, aumenta a absorção de suplementos dietéticos que têm efeitos potenciais de redução de colesterol, como açafrão e arroz com fermento vermelho.

Publicidade

Diferenças entre os tipos de pimenta e como usar cada uma

Você sabia que existem 3 tipos de pimenta-do-reino? Pois é, a pimenta verde, branca e preta e todos esses tipos, apesar de diferentes, são originários da mesma planta, o que difere uma das outras é que são colhidas em tempos e processos diferenciados. 

  • Pimenta-do-reino verde: esse tipo de pimenta possui uma desidratação mais rápida, sendo de sabor mais suave e menor ardência. Ela pode ser usada pura, em salmoura ou em vinagre. A pimenta verde é indicada para saladas, peixes, aves e carnes, além de marinadas, no molho bechamel e no molho de mostarda.
  • Pimenta-do-reino preta: seus grãos são colhidos quase maduros e deixados para secar até ficarem pretos, harmoniza bem com sabores fortes, como carnes vermelhas. No entanto, modere nela, pois pode mascarar ingredientes suaves.
  • Pimento-do-reino clara: Por último, esse tipo de pimenta é clara porque a casca e a polpa do fruto são retirados.  Utilizada nas mesmas indicações da pimenta preta, porém, por uma questão estética, a preta é mais usada em carnes vermelhas, enquanto a branca para carnes brancas, peixes e frutos do mar, assim, não aparece muito na finalização.