Girassol, soja, milho e canola: qual a diferença entre esses óleos?

Você sabe a diferença entre os óleos que encontra nos supermercados? Se não, o AnaMaria Receitas vai te contar!

Nada melhor que o cheirinho de cebola com alho no momento em que são refogados para o preparo de um arroz, ou a delícia que é um macarrão “alho e óleo”. Independente da receita, a maioria dos pratos que preparamos nós utilizamos óleos para facilitar na hora do preparo. 

Publicidade

Seja de girassol, canola, milho ou soja, em geral, os óleos que utilizamos na cozinha, são classificados como gordura insaturada, ou seja, uma gordura que ajuda na diminuição do colesterol ruim. Além disso, os óleos de origem vegetal são fonte de energia, regulam o metabolismo e auxiliam no funcionamento do intestino. Mas, você sabe qual a  diferença entre eles? E qual é o melhor óleo? Continue lendo que o AnaMaria Receitas vai te contar! 

Óleo de soja

Um dos óleos mais utilizados pelos brasileiros e indispensável na cozinha. Esse tipo de óleo é saudável pois possui ácidos graxos, ômega 3, 6 e gorduras monoinsaturadas. Além disso, antes de ir para as prateleiras, o de soja é refinado e hidrogenado, processos que ajudam a deixá-lo mais saudável e cheio de vitaminas E, K e B. 

Para você que deseja realizar frituras, essa é a opção ideal pois o óleo de soja apresenta um ponto de fumaça elevado, suportando então, altas temperaturas a longo prazo.

Agora que você sabe a melhor utilidade desse óleo, que tal fritar esses deliciosos croquetes de carne com azeitonas? 

Publicidade

Óleo de girassol

Para quem deseja uma opção mais saudável, o de girassol é a melhor opção! 

Essa opção contém ômega 3,6 e 9, além de vitamina A e lipossolúveis, que ajudam no metabolismo e são ótimos para a saúde da pele. 

Para quem deseja realizar refogados ou até mesmo substituir o azeite em saladas, o óleo de girassol pode ser perfeito! 

Publicidade

Óleo de milho

Outra opção é o óleo de milho que é repleto de nutrientes como vitaminas E, B, A e ômega 6, que combatem o envelhecimento precoce da pele, auxiliam contra enxaquecas e ajudam no funcionamento do intestino. 

Possui um ponto de fumaça intermediário, entretanto, é recomendável que seja utilizado em preparações cozidas ou refogadas. 

Óleo de canola

Mesmo com sua má fama, esse tipo de óleo é rico em ômega 3, o que é ótimo para diabéticos, além disso, ele possui menos gorduras saturadas. 

Publicidade

Você pode usar esse óleo em preparos rápidos como em fritura de ovos e refogados. 

 

Publicidade